Série “Poor Billionaires” mostra realidades distintas de forma genial

Série Poor Billionaires mostra realidades distintas de forma genial

Pol Kurucz é um fotógrafo francês que tem um estilo baseado na estética glam-trash como sua marca registrada. Após mandar muito bem com as séries “Zone1”, “Anti-Humans” e “Afro-Fem”, dessa vez ele criou Poor Billionaires, retratando realidades distintas de uma forma genial.

O objetivo de Pol foi fazer uma crítica social, mas de uma maneira diferente e absurdamente criativa. Mas, além de criticar a sociedade, ele ainda propõe um exercício de empatia.

Seus personagens, os “pobre bilionários”, praticamente convidam o espectador à passar alguns momentos nos opostos extremos da sociedade, tanto no lado dos mais ricos quanto dos mais pobres. Assim, o fotógrafo procura diluir preconceitos e quebrar paradigmas, fazendo com que os ricos sintam os medos que os pobres sentem, e vice versa.

Pol Kurucz idealizou o projeto após perceber a triste realidade que assola o mundo real, onde as pessoas mais pobres só têm ciência do estilo de vida dos mais ricos através de redes sociais e dramaturgias televisivas, como as novelas. O mesmo vale quando pensamos no lado oposto, em que os ricos só tomam conhecimento da existência da vida e das dificuldades que os pobres enfrentam através dos mesmos mecanismos.

Com o intuito de estreitar essa relação e deixar a superficialidade da televisão ou do Facebook de lado, ele elaborou e construiu os cenários de Poor Billionaires no estúdio do coletivo Kolor, no Rio de Janeiro.

Os modelos que trabalharam com Pol também foram essenciais para a produção da série, influenciando bastante na concepção dos personagens e da cenografia. Enfim, o resultado final apresenta fotografias sensacionais que tornam este projeto visual e conceitualmente incrível!

Confira abaixo Poor Billionaires de Pol Kurucz.

01

02

03

04

05

06

Comments

comments

Victor Barros

Victor Barros

Veja todos os posts

http://www.dionisioarte.com.br/ “Apaixonados por arte e pela riqueza cultural por trás dela... 2 amigos com esse sentimento se juntaram e criaram o Dionisio Arte”.