Nova marca de cartões retrata o Papai Noel de um jeitinho bem brasileiro

Nova marca de cartões retrata o Papai Noel de um jeitinho bem brasileiro

cachalote_cartoes

Se Papai Noel vivesse no Brasil, ele provavelmente não teria a ajuda de renas puxando seu trenó, mas sim dos nossos simpáticos jeguinhos. Não usaria roupas pesadas, mas pegaria uma praia com direito a caipirinha e biscoito. E ainda, como muitos de nós nesse ano de crise, pagaria as contas dos presentes em várias parcelas. É desse jeitinho bem brasileiro que o bom velhinho está retratados nos cartões de Natal da marca Cachalote.

Recém lançada, a Cachalote aposta em cartões criativos e divertidos como uma forma de resgatar um hábito que foi se perdendo com o avanço das redes sociais. “Curtimos bastante a tecnologia, mas não trocamos um belo cartão por um post na hora de desejar coisas boas a alguém querido. E de uma forma simples queremos recuperar um pouco desse contato mais coração, caneta e papel”, diz um dos sócios da startup, Luiz Vasconcelos.

Além dos cartões que retratam o Papai Noel em situações tipicamente brasileiras, a Cachalote brinca também com uma das maiores “polêmicas” das ceias de fim de ano. E um de seus cartões a marca retrata um exército de uvas passas prontas para invadir os pratos de Natal e Ano Novo. “Queremos trazer coisas divertidas e criativas, com as quais as pessoas se identifiquem”, afirma.

Segundo Luiz, a ideia de criar uma pequena fábrica de cartões surgiu de uma necessidade encontrada pelos próprios sócios. “Era muito difícil encontrar cartões legais, com artes bonitas e com essa pitada de humor, como vemos nos Estados Unidos ou na Europa. Começamos fazendo cartões para dar de presente para amigos e familiares e então percebemos que isso poderia se tornar um negócio”, conta.

Atenta ao mercado, a Cachalote traz também uma série de cartões com a temática gay friendly. Todos os cartões que retratam casais, casamento ou gravidez e filhos têm várias versões e possibilidades. “Achamos fundamental trazer essa diversidade. Temos muitos amigos que não se sentiam representados e que reclamavam por nunca conseguir encontrar cartões que mostrassem dois homens ou duas mulheres juntos, casando ou tendo filhos” afirma.

Por enquanto, os cartões da Cachalote podem ser encontramos apenas online (acachalote.com.br), mas Luiz adianta que a marca pretende estabelecer parcerias com lojas físicas no próximo ano. Entre os planos futuros da marca estão também séries assinadas por artistas e ilustradores.

Para saber mais aqui

cachalote_01

gay-friendly

image001

uva-passa

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.