URBE – Mostra de Arte Pública 2016 acontece até 27 de novembro

URBE – Mostra de Arte Pública 2016 acontece até 27 de novembro

A URBE – Mostra de Arte Pública 2016, segue até dia 27 de novembro, no bairro do Bom Retiro, cujas ruas serão tomadas por obras interativas de Guto Requena, Anaisa Franco e Iara Freiberg, com curadoria de Alessandra Marder, Felipe Brait e Reinaldo Botelho. O evento tem por objetivo investigar o espaço público por meio de práticas artísticas que assimilam a fusão entre obra e lugar com intervenções temporárias in situ, criando um percurso orientado pelo interesse do espectador. Dentro da programação, além das obras, há oficinas e mesas com os próprios artistas, curadores e convidados.

Com a transversalidade como eixo principal, os artistas expressam suas mais complexas visões de interação com a cidade, arquitetura e o espaço público. Entender a complexidade dessa região paulistana é estar em contato permanente com a história da cidade e seus constantes fluxos de transformação. O conjunto de traços e tramas étnicas, econômicas, socioculturais, arquitetônicas, de linguagens e hábitos que organizam a fascinante antropologia urbana do Bom Retiro, situa o lugar como principal intermediário entre a cidade e o indivíduo.

Em “Me Conta um Segredo?”, Guto Requena penetra na intimidade do público por meio de uma obra interativa, híbrido de mobiliário urbano, arte sonora e light design, que recodifica o relato dos participantes em escalas sonoras e cromáticas. Público e obra se fundem em confidente e ouvinte, imersos num espaço reflexivo em constante mutação. (Praça Coronel Fernando Prestes)

urbe-mostra-de-arte-publica-2016

Já o projeto “Doce Reflexão” de Anaisa Franco é uma instalação que trabalha várias camadas dos sentidos humanos, adicionando uma experiência antropofágica à mostra. Por meio de um pavilhão paramétrico, em formato de colmeia, o público poderá interagir com a obra tendo sua face mapeada através da fotografia e transformada em chocolates e panquecas impressos usando máquinas de impressão 3D. O público poderá literalmente comer-se de si e ainda ver seu rosto impresso aplicado a uma parede da obra, gerando um memorial em processo. Nesta obra, a transversalidade aparece como fonte de memória através do compartilhamento dos sentidos entre interfaces digitais e sensações gustativas. (Rua Partes, 108)

A instalação “Flutuação” da artista Iara Freiberg realiza um exercício que explora os volumes tradicionais da paisagem urbana. O observador, ao se deslocar pelo território e escolher os percursos, terá contato com experiências visuais estimuladas por flutuações desenhadas diretamente sobre as superfícies arquitetônicas, atravessando construções de diferentes tipologias e usos. As marcas são feitas com tinta e vinil, mas operam ora como sulcos, vácuos, intervalos, ora como mediação, distorção, intromissão, que transbordam sobre os traços e linhas dos edifícios, desmontando a composição e a estrutura regular próprias do urbanismo contemporâneo. Aqui a transversalidade assume significação na noção de totalidade ao criar vazios que se renovam, tornando-se outro todo. (Esquina da Rua da Graça com a Rua Areal; Rua Silva Pinto, 323; Rua Graça, 298; e a confirmar a Rua Três Rios, 527).

urbe-mostra-de-arte-publica-2016-a

Programação

Horário de funcionamento das obras: todos os dias das 10h às 20h.
Conversas: distribuição de ingressos com 1 hora de antecedência
Oficinas: inscrições pelo site www.urbe.org.br, exceto oficina de Anaisa Franco, cujos ingressos serão distribuídos com 1 hora de antecedência.

24 de novembro, quinta-feira
20h – conversa: “Olhares sobre arte, arquitetura e cidade”, com Iara Freiberg, Reinaldo Botelho, Ligia Nobre (Oficina Cultural Oswald de Andrade: Rua Três Rios, 363)
Partindo do triplo vínculo entre arte, arquitetura e cidade, a conversa abordará as potencialidades do espaço público como pensamento e proposição para as práticas artísticas e discutirá como a arte se relaciona com a esfera pública, pensando que a construção social também é gerada espacialmente.

26 de novembro, sábado
10h – 18h – oficina Intervenções: Arquitetura e Cidade com Iara Freiberg (Oficina Cultural Oswald de Andrade: Rua Três Rios, 363)
Público-alvo: estudantes de artes, arquitetura e demais interessados (sem necessidade de conhecimento prévio)
Participantes: entre 5 e 12 pessoas
Sobre: pretende promover reflexões e propor conexões entre a arte, a arquitetura e a cidade por meio da apresentação e discussão da obra de diversos artistas contemporâneos e de exercícios de intervenção em espaços realizados pelos participantes. A partir dessa experiência, será possível desenvolver noções de usos e relações do espaço a partir de conceitos com o dentro-fora, individual-coletivo, público-privado.
Agenda:
10h – 12h: introdução, exposição e apresentação das atividades
12h – 13:30h: almoço
13:30h – 15h: atividade 1
15h – 15:30h: discussão
16h – 17:30h: atividade 2
18h – 19h: discussão e encerramento

27 de novembro, domingo
16h – caminhada com artistas, curadores, urbanistas e colaboradores (ponto de encontro: Praça Coronel Fernando Prestes)

urbe-mostra-de-arte-publica-2016-b

URBE – Mostra de Arte Pública 2016 @ Bairro Bom Retiro
Até 27 de novembro
Bairro do Bom Retiro, São Paulo
Instagram: @mostraurbe
Facebook: www.facebook.com/mostraurbe
Telefone: (11) 3062-2015
E-mail: [email protected]
Site: www.urbe.org.br/

Comments

comments

Lila Varo

Lila Varo

Veja todos os posts

Lila Varo, é produtora de conteúdo, editora do Mistura Urbana e mais um continente a sua escolha. lila[@]misturaurbana.com