Arte urbana no centro de SP - Campanha mundial "Educação não é crime"

Arte urbana no centro de SP – Campanha mundial “Educação não é crime”

Graffiti Nina e a Serpente "Education is Not a Crime São-Paulo
Graffiti Nina e a Serpente “Education is Not a Crime São-Paulo

Por volta de seus 7 anos, a menina, que veste uniforme da escola e carrega mochila nas costas, tenta, em vão, alcançar livros que voam no céu. No chão, rodeando suas pernas, estão uma cobra, um escorpião e uma aranha – os três representando ameaças reais à educação. A arte que desafia leis da física e provoca reflexão é assinada pelo artista plástico paulista Apolo Torres e integra a campanha mundial “Educação não é crime”. Com apoio do projeto Tudo de Cor, da Coral, marca de tintas decorativas da AkzoNobel, a pintura, que acaba de ser finalizada, enfeita a empena do Edifício Arapuã, na Rua Amaral Gurgel, no bairro Vila Buarque, no centro de São Paulo.

A campanha “Educação não é crime” (#EducationIsNotACrime) foi lançada em 2014, na Inglaterra, pelo cineasta e jornalista iraniano Maziar Bahari. “Desde então, artistas renomados ao redor do mundo criaram murais em defesa do direito universal à educação e em repúdio à opressão sofrida por jovens impedidos de estudar por conta da intolerância e do preconceito”, declara Flávio Rassekh, coordenador do projeto aqui no Brasil. Obras já estamparam locais de grande movimento de capitais como Londres, Nova York, Toronto, Sidney e Cidade do Cabo. No Brasil, surgiram artes em cidades como Brasília, Salvador e Londrina. É a primeira vez que São Paulo adere à ação. “O objetivo da intervenção é provocar uma reflexão sobre as dificuldades no acesso à educação”, declara Torres. “Lançar mão do meu trabalho para chamar atenção da sociedade para um assunto de extrema relevância traz uma satisfação imensa”, completa.

Apolo Torres, 30 anos, já fez exposições individuais em São Paulo e Arce (Itália) e participou de coletivas no Rio de Janeiro, em Nova York e Milão. Seu mural para o “Educação não é crime”, coordenado pela Da Terra Produções, tem aprovação da Comissão de Proteção à Paisagem Urbana (CPPU) e apoio da Prefeitura de São Paulo. O Tudo de Cor, da Coral, garantiu os mais de 250 litros de tinta em tons neutros, amarelos, laranjas, vermelhos, azuis e verdes. “Nossa missão é levar cor para a vida das pessoas, transformando os espaços onde elas moram. E, graças a essa parceria, não apenas colorimos uma empena que era cinza, como também fomentamos a discussão de um tema crucial: o direito universal à educação”, finaliza Marcelo Abreu, gerente de marketing institucional da AkzoNobel Tintas Decorativas e líder do Tudo de Cor.

13600013_1064809726940991_2527662059860565248_n

Sobre o projeto Tudo de Cor

Desde 2009, o projeto sociocultural Tudo de Cor, da Coral, leva cor para a vida das pessoas, melhorando suas vidas por meio da transformação de seus lares e cidades. Nos últimos sete anos, o projeto pintou mais de 8 mil imóveis pelo Brasil, além de capacitar pintores que residem nas regiões beneficiadas, totalizando cerca de 4 mil aprendizes formados. A iniciativa cuida e embeleza as casas, espaços públicos e patrimônios históricos, inspirando e engajando moradores, voluntários e cidadãos em geral em uma grande onda de cor, renovação e otimismo. A preocupação com o meio ambiente também faz parte do Tudo de Cor. Atualmente, são usados exclusivamente produtos à base de água, o que reduz o impacto na natureza. Desta forma, fecha-se um ciclo sustentável que resulta no aumento da autoestima individual e do senso de cidadania coletivo. Em 2011, o projeto foi um dos cases vencedores do Prêmio Marketing Best Sustentabilidade, que reconhece as melhores práticas sustentáveis das companhias no país.

13600088_1062971010458196_154455684035878324_n

13620018_1064798340275463_7081292730982254902_n

Mais do artista aqui.

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.