A7MA Galeria realiza a exposição #DI# “Pichar é Humano”

A7MA Galeria realiza a exposição #DI# “Pichar é Humano”

13775444_1135772729802775_5291014307966970348_n

Dia 28/07, a partir das 17h, a A7MA galeria recebe a Exposição #DI# “Pichar é Humano”, uma homenagem a Edmilson Macena de Oliveira, o #DI#, considerado por muitos como o maior Pixador da década de 90. Transcendeu a questão da pichação ser ou não arte, o artista que além da coragem e destreza, realizou criações inovadoras e revolucionou os conceitos da pichação e do campo das artes.

#DI# pensava e atuava na pichação como arte contemporânea, cravou sua caligrafia nos topos de importantes instituições artísticas e prédios emblemáticos da cidade, instalou uma escultura de concreto em frente ao parque Ibirapuera, escreveu uma carta ao Governador da época e confundiu jornalistas.

#DI# “Pichar é Humano” traz uma pesquisa séria e afetiva, idealizada pelo amigo “Dino”, com curadoria de Sérgio Miguel Franco, co-curadoria de Enivo, Fotografias de Martha Cooper, Henrique Madeira, Gravuras de Cristiano Kana e documentário com direção de Bruno Rodrigues e produção de Jah Jah Filmes. A mostra conta com fotografias, matérias de jornais, escultura e documentário sobre o artista. Todo material estará disponível para venda e o recurso obtido será revertido ao filho do #DI#.

“Hoje, ao formular uma exposição individual do DI também fazemos história, porém agora com o protagonismo da cultura popular que ele representa, que desenvolveu estratégias expandindo a expressão urbana para alcançar tal escala. Contudo, o DI não fez obras para caber no espaço diminuto de uma galeria, e foi um fotógrafo do movimento artístico de que ele fez parte que conduziu parte das imagens que permitem nos aproximar de sua cratividade.”, conta Sérgio Miguel Franco, curador da São Paulo Mon Amour na Maison des Metalos em Paris (2009), Co-curador da Berlin Biennale (2012), mestre pela FAU-USP e doutorando em sociologia pela USP.

#‎DI‬# – Nascido em 1975, começa seus primeiros contatos com tintas, pincéis e paredes em 1988. Sua primeira paixão foi o rock’n roll aos doze anos, mas depois de seus primeiros pixos, fica completamente seduzido pelo projeto de espalhar sua assinatura por muros, picos e prédios por toda a cidade de São Paulo. Oriundo da Vila dos Remédios, Zona Oeste, ele deixa sua marca para a história com seu perfil humilde, comunicativo e engraçado. Falecido em 1997, aos 22, #DI# deixou seu legado para a cidade e para a história da arte.

Serviço

Exposição #DI# “Pichar é Humano”
Abertura: 28 de julho, a partir das 17h
Visitação: 01 a 27 de agosto de 2016, das 11h às 20h
Onde: A7MA – Rua Harmonia, 95B, Vila Madalena, SP
Contato: [email protected]
Telefone: 11 2361-7876
Para saber mais aqui.

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.