Em um presídio no Sul de Minas Gerais, detentos produzem energia elétrica pedalando - MISTURA URBANA

Em um presídio no Sul de Minas Gerais, detentos produzem energia elétrica pedalando

foto: jucurunet
foto: jucurunet

Nós já mostramos aqui um presídio em Uberlândia, onde todas as pessoas que estão lá dentro trabalham de alguma forma, seja cuidando da horta e produzindo até 400 caixas de legumes por mês ou cuidando da limpeza, manutenção e obras, veja aqui.

Esse tipo de iniciativa dentro de um presídio só tem a ajudar as pessoas, por se sentirem úteis, melhorando o comportamento e incluindo aos poucos de volta ao trabalho e à comunidade. Outro exemplo bem legal e que também vem de Minas Gerais, fica na cidade de Santa Rita do Sapucaí, quando o juiz José Henrique Mallmann teve a ideia de fazer com que os presos de lá também pudessem contribuir positivamente.

Então, de lá, os presidiários geram energia elétrica pedalando, é isso mesmo! As bicicletas que estão instaladas no pátio do presídio ajuda a controlar a ociosidade, e a cada 16 horas pedaladas se reduz em um dia na pena. Através das correias, as pedaladas geram a energia que carrega duas baterias e no guidão, um aparelho que indica a hora de parar. Outras oito bicicletas devem ser instaladas.

Essas baterias, depois de carregadas, são levadas ao centro da cidade e iluminam a praça. Depois que todas estiverem instaladas, serão capazes de iluminar uma avenida inteira.

Dessa forma, além de sentirem úteis e ajudar na vida, eles produzem energia tanto internamente quanto para a comunidade.

foto: Planeta Sustentável
foto: Planeta Sustentável

via

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.