Última semana de inscrições para o 5º TACABOCA Festival - MISTURA URBANA

Última semana de inscrições para o 5º TACABOCA Festival

12822879_10154081029788128_574292407_o (1)

As inscrições para o processo de seleção do TACABOCA Festival encerram nesta sexta, 25 de março. Bandas que ainda não tiveram a oportunidade de apresentar os seus trabalhos. Profissionalização e troca de experiência. Fazer e pensar música. Projeto criado pela Fósforo Cultural, trata-se de um concurso em forma de festival realizado no dia 09 de abril, no Centro Cultural Martim Cererê. O que o festival quer é revelar talentos da música independente de Goiás através de apresentações em shows com um júri especializado.

Os cinco ganhadores receberão prêmios pré-estabelecidos: gravação de músicas em estúdio, show de lançamento, divulgação de fotografia, assessoria de comunicação e distribuição digital. Em quinta edição, o TACABOCA já apresentou 60 bandas em quatro anos de continuidade, realizado pela primeira vez há 12 anos.

O projeto faz parte direta da FALANTE Records, selo entre Goiânia e Rio de Janeiro responsável pelo lançamento de discos, organização e produção de shows. O foco se baseia na distribuição pela internet através nas plataformas digitais, a exemplo do Itunes, Deezer, Spotify e Google Play.

As bandas Lake, Fun Box, o músico Diego de Moraes, e a Mugo foram os ganhadores das últimas edições, também com shows no Martim Cererê. Segundo o coordenador do projeto, João Lucas Ribeiro, o TACABOCA quer descobrir desde as bandas que já estão há algum tempo ensaiando até mesmo as mais novas. “Vamos aceitar inscrições com materiais bem simples, como vídeos feitos com celular, gravações ao vivo. O que está em jogo é o potencial artístico do material bruto.”

TACABOCA, TACAVOZ

Se os profissionais veteranos da música têm dúvidas sobre produção, indústria musical e práticas atuais na internet, imagine quem está começando uma banda ou almeja produzir algum projeto musical. É por isso que a Fósforo Cultural lançou a FALANTE Records. O projeto busca aproximar músicos e produtores que movimentam o mercado fonográfico e cultural no País.

Mais de 20 bandas já fazem parte da rede de trabalho da Falante Records. E o número tende a crescer ainda mais com o TACABOCA. “O concurso acontece sempre em momentos de mudanças, de dificuldades, e renova os ares. Sempre que lançamos um projeto, como é agora o caso da FALANTE, a gente lança o concurso pra fazer um mapeamento do que está acontecendo de novo na cidade”, reitera João Lucas.

PREMIAÇÕES 5º Festival TACABOCA

1º lugar: Gravação de 4 músicas no estúdio Rocklab Goiânia, feita pelo produtor Gustavo Vazques. Contrato de distribuição digital com a Falante Records. Show de lançamento no Diablo Sessions, foto de divulgação com Foxes e assessoria de comunicação.
2º lugar: Gravação de 2 músicas no AMP Studio. Distribuição digital e show de lançamento no Diablo Sessions. Contrato de distribuição digital com a Falante Records foto de divulgação com Foxes
3º lugar: Gravação de Live Session em audio e vídeo no Complexo Produções Fonográficas. Contrato de distribuição digital com a Falante Records. Foto de divulgação com Foxes.
4º lugar: Gravação de Single com o Estúdio Resistência. Contrato de distribuição digital com a Falante Records e Foto de divulgação com Foxes.
5º lugar: Gravação de Single com o Cafofo Estúdio. Contrato de distribuição digital com a Falante Records e foto de divulgação com Foxes.

Serviço

5º Festival TACABOCA
Inscrições abertas até o dia 25 de março pelo site: sympla.com.br/fosforocultural
Data: 09 de abril
Local: Centro Cultural Martim Cererê
Mais informações: aqui.

Martim Cerere - Pedro Margherito
Martim Cerere – Pedro Margherito

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.