Artista transforma placas de vendas de imóveis em casas de passarinho - MISTURA URBANA

Artista transforma placas de vendas de imóveis em casas de passarinho

Vendido - Andre Lopes - Festival Concreto - Foto Felipe Camilo (8)

O artista André Lopes escreveu para nós, para contar um pouco do seu projeto VENDIDO – Re-intervenções urbanas, que são intervenções urbanas em diferentes técnicas desde o graffiti, passando pelo sticker, cartazes e muito mais.

Em VENDIDO, ele pega por empréstimo placas de “vende-se/aluga-se” colocadas no espaço público. Essas placas são cortadas de modo simples, de maneira que a junção de suas partes forme casas de passarinho. Em seguida, esse objeto é devolvido para o local de origem. Não são utilizados pregos, parafusos nem cola para a montagem, somente os encaixes feitos com o corte.

As inúmeras placas imobiliárias a cada esquina de Fortaleza apontavam para uma problemática maior, do processo de desocupação em algumas regiões da cidade.

“Eram placas que estavam esquecidas, e aquela coisa que estava lá há tanto tempo ganha nova vida”, explica. Após a fase inicial, com intervenções apenas no entorno de sua residência, o artista lançou o olhar para outros locais e deu início a um processo de mapeamento de imóveis desocupados em Fortaleza.

VENDIDO procura, atuando e alterando um intervenção publicitária, propor uma discussão sobre os limites entre o público e o privado, distorcendo e reconstruindo a mensagem e o objetivo para o qual a placa de “vende-se/aluga-se” fora construída. O trabalho também chama a atenção para esses lugares esquecidos, aparentemente abandonados, espaços de memória e de história que, apesar de já terem servido para inúmeras funções, hoje são espaços desocupados.

As primeiras intervenções foram realizadas no entorno da sua casa em 2010. Depois ele participou de um laboratório de artes visuais que resultou na exposição Perambular, Experimentar e Correr Perigo (2012). Nessa ocasião, o projeto ganhou uma escala urbana e assim André criou uma centena de casinhas pela cidade de Fortaleza. No ano passado, participou do Festival do Concreto com um mapeamento dos prédios abandonados de Fortaleza através da afixação das casinhas nos postes vizinhos as construções. Também aproveitou para experimentar novos formatos de residência e criar uma versão de imã de geladeira para financiar a continuidade do projeto.

As ruas estão repletas de objetos que compõem o cenário da cidade. Muitas vezes despercebidos, basta um olhar crítico e criativo para que elementos cotidianos se transformem em arte.

Para saber mais aqui.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Foto: André Lopes
Foto: André Lopes

Vendido - Andre Lopes - Perambular Experimentar e Correr Perigo (4)

Vendido - Andre Lopes - Perambular Experimentar e Correr Perigo (3)

Vendido - Andre Lopes - Perambular Experimentar e Correr Perigo (1)

Festival Concreto
Festival Concreto
Foto: Felipe Camilo
Foto: Felipe Camilo
Foto: Felipe Camilo
Foto: Felipe Camilo
Foto: Felipe Camilo
Foto: Felipe Camilo

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.