FRIDA KAHLO: CONEXÕES ENTRE MULHERES SURREALISTAS NO MÉXICO NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO - MISTURA URBANA

FRIDA KAHLO: CONEXÕES ENTRE MULHERES SURREALISTAS NO MÉXICO NA CAIXA CULTURAL RIO DE JANEIRO

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 29 de janeiro a 27 de março, a exposição Frida Kahlo: Conexões entre mulheres surrealistas no México, que reúne 30 obras da artista mexicana.

Além dos trabalhos de Frida Kahlo – 20 óleos sobre tela e 10 obras em papel, entre desenhos, colagens e litografias – há cerca de cem obras de outras 14 artistas, mulheres nascidas ou radicadas no México: María Izquierdo, Remedios Varo, Leonora Carrington, Rosa Rolanda, Lola Álvarez Bravo, Lucienne Bloch, Alice Rahon, Kati Horna, Bridget Tichenor, Jacqueline Lamba, Bona de Mandiargues, Cordélia Urueta, Olga Costa e Sylvia Fein.

4308193235_815760eb91_b

A curadora destaca que os autorretratos e os retratos simbólicos marcam uma provocativa ruptura, que separa o âmbito do público do estritamente privado. “Em alguns de seus autorretratos, Frida Kahlo, Maria Izquierdo e Rosa Rolanda elegeram cuidadosamente a identificação com o passado pré-hispânico e as culturas indígenas do México, utilizando ornamentos e acessórios que remetem a mulheres poderosas, como deusas ou tehuanas, apropriando-se das identidades destas matriarcas amazonas“, afirma Arcq. Ainda, a confluência dos grupos de exiladas europeias favoreceu a atmosfera criativa intelectual e uma completa rede de relações e influências com Kahlo e as demais artistas mexicanas. “A multiplicidade cultural, mitos, rituais e uma diversidade de sistemas e crenças espirituais influenciaram na transformação de suas criações. A estratégia surrealista da máscara e da fantasia, que no México forma parte dos rituais cotidianos, em torno da vida, a morte no âmbito do sagrado, funcionava também como um recurso para abordar o tema da identidade e de gênero”, complementa a curadora.

Programação:
Mostra Conhecendo Frida Kahlo
19 a 22 de janeiro de 2016 (terça-feira a sexta-feira)
17h – Frida, Natureza Viva, de Paul Leduc (1984, México, 108 minutos)
19h30 – Frida Kahlo: A fita que embrulha uma bomba, de Jesús Muñoz Delgado (1992, México, 50 minutos)

Serviço:
Exposição Frida Kahlo – Conexões entre mulheres surrealistas no México
Entrada franca (as senhas estarão disponíveis a partir do dia 21 de janeiro no site www.ingresse.com; e na recepção da CAIXA Cultural a partir de 29 de janeiro)
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Galerias 1, 2 e 3
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25 – Centro (Metrô: Estação Carioca)
Telefone: (21) 3980-3815
Visitação: 29 de janeiro a 27 de março de 2016
Horário: de terça-feira a domingo, das 10h às 21h
Classificação indicativa: Livre
Acesso para pessoas com deficiência
Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal

 

 

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Lila Varo

Lila Varo

Veja todos os posts

Lila Varo, é produtora de conteúdo, editora do Mistura Urbana e mais um continente a sua escolha. lila[@]misturaurbana.com