Exposição coletiva retrata três visões diferentes sobre a arte figurativa contemporânea - MISTURA URBANA

Exposição coletiva retrata três visões diferentes sobre a arte figurativa contemporânea

GuilhermeKramer
GuilhermeKramer

A mostra “Transurbância” reúne trabalhos realizados em diferentes técnicas, tendo como fio condutor o nomadismo traduzido em prática artística. Perder-se na cidade e nas suas margens, no grande labirinto de suas periferias, buscando personagens que vivem normas e vidas próprias – e que mudam constantemente a cada esquina.

Seja por meio da memória, da fotografia de rua ou de imagens buscadas em diferentes fontes, de álbuns de família à internet, os artistas absorvem esses protagonistas da vida real, representando-os pelo olhar ímpar de seu caminhar estético.

“A Transurbância, um conceito cunhado por Francesco Careri, traduz muito bem esse encontro. São diálogos perdidos que pulsam e gritam por um ouvido, estímulos da cidade que são capturados de forma peculiar por cada um de nós”, explica Guilherme Kramer, que volta a expor em São Paulo após viver em Barcelona por mais de dois anos.
Aleksandrov traz seus trabalhos após temporada em Londres e Tolentino apresenta pela primeira vez suas obras ao público. Uma conexão de três linguagens e interpretações únicas sobre pessoas e sentimentos.

Guilherme Kramer – Guilherme Kramer nasceu em São Paulo. Desde 2006 vem realizando exposições individuais e coletivas em diferentes cidades do Brasil e do mundo, entre elas Barcelona, Roma, Bogotá, Berna, Açores, Paris e Hong Kong. Em 2010, participou da oficina de gravura Lasar Segall, em São Paulo, onde aperfeiçoou técnicas de litografia, xilogravura e gravura sobre metal. De 2012 a 2014, estudou Artes Aplicadas ao Muro na Escola Massana de Barcelona, dedicando-se às técnicas de pintura, desenho, cerâmica, mosaico, vitral e performance. Suas obras emergem à vida com rostos vívidos e detalhados, vistos nas ruas ou nas profundezas de sua imaginação, sempre em contraste com a paisagem urbana, sua principal fonte de inspiração.
Website: www.guilhermekramer.com

MarceloTolentino
MarceloTolentino

Marcelo Tolentino – Nascido em Fortaleza e criado em São Paulo, Marcelo Tolentino busca retratar pessoas que dividem com ele os lugares e caminhos do dia a dia. Autodidata em desenho, retrata essas pessoas usando técnicas variadas como óleo, aquarela, linogravura e xilogravura. Publicitário em uma parte do dia e pintor em todas as outras, tem suas obras expostas pela primeira vez em Transurbância.
Website: www.marcelotolentinoart.com

Mihail Aleksandrov – Mihail Aleksandrov nasceu em São Paulo e é formado em Comunicação Social pela ESPM. Desde então trabalha em agências de propaganda como Diretor de Arte. Viveu parte de sua vida em Nova York, quando começou a desenvolver seu trabalho artístico, com retratos em carvão em larga escala. Em 2015, passou dois meses estudando na Slade School of Fine Arts de Londres, introduzindo a técnica da pintura ao seu repertório. Seu trabalho tem como ponto de partida imagens encontradas em diferentes fontes, como um álbum antigo de família, revistas de moda ou lugares inusitados da Internet. Essa procura é alimentada pela busca da sua própria identidade, formada por famílias de imigrantes de ambos os lados.
Website: www.mihaaleksandrov.com

Serviço

Transurbância – de 05 a 13 de dezembro
Abertura – 05 de dezembro, sábado, das 13h às 20h
Entrada gratuita
DoisCincoOito
Rua Aspicuelta, 258 fundos, Vila Madalena

MihailAleksandrov
MihailAleksandrov

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.