Andrei Thomaz disponibiliza os softwares do projeto Máquinas do tempo para download, abrindo o seu código - MISTURA URBANA

Andrei Thomaz disponibiliza os softwares do projeto Máquinas do tempo para download, abrindo o seu código

Ampulheta. Andrei Thomaz. Rua Almirante Marques Leão. 2014

Apresentado na mostra “Máquina do Tempo”, com curadoria de Douglas Negrisoli e apoio do edital C.LAB na galeria Blau Projects em 2014, “Ampulheta” retira pixels do vídeo capturado por uma câmera de vídeo, colocando-os na tela. Desta forma, são criadas imagens que condensam um intervalo de tempo, sendo compostas por pixels acumulados em momentos diferentes.

“Relógio de Vela”, assim como os demais da série “Relógio”, é um trabalho deste ano. Forma imagens a partir de uma câmera de vídeo, porém de cima para baixo e da esquerda para direira, sempre em faixas verticais, lembrando-nos de que velas já foram utilizadas como relógio. As imagens resultantes podem ser geradas num largo espaço de tempo. “Relógio de Pêndulo”, por sua vez, forma uma imagem espelhada que se completa em linhas horizontais que partem da mediana do plano para as margens. Já “Relógio de Pêndulo Duplo”, forma essa mesma imagem em linhas horizontais, porém com a tela dividida em quatro colunas. “Relógio de Sol” tem um ciclo de 24 horas para terminar de formar uma imagem, que se completa da esquerda para a direita.

Mais sobre o artista Andrei Thomaz

É artista visual e professor no Istituto Europeo di Design em São Paulo, onde vive e trabalha. Mestre em Artes Visuais pela ECA/USP e formado em Artes Plásticas pela UFRGS. Sua produção artística abrange diversas mídias, digitais e analógicas, envolvendo também várias colaborações com outros artistas, entre as quais encontram-se performances sonoras e instalações interativas. Entre os prêmios e editais pelos quais foi contemplado, encontram-se a Bolsa Funarte de Estímulo à Produção em Artes Visuais 2014; #1 C.LAB – Blau Projects, com curadoria de Douglas Negrisoli (2014); Edital de Estímulo à Produção Audiovisual do Espaço do Conhecimento UFMG (2012); Prêmio de Ocupação dos Espaços da Funarte 2010, junto com Daniel Escobar e Marina Camargo; Edital do Centro Cultural Banco do Norteste 2010; 63 Salão Paranaense (2009); Prêmio Atos Visuais (2007); Prêmio FIAT Mostra Brasil (2006). Participou de festivais como Videobrasil (2011), FILE (diversas edições) e outros. É sócio da produtora Mandelbrot, em que atua como programador e coordenador no desenvolvimento de projetos interativos.

Relógio de Pêndulo Duplo. Kiwi. Andrei Thomas. 2015

Relógio de Vela. Andrei Thomaz. Meio-dia meia-noite. 2015

Serviço:

Site do projeto: www.maquinasdotempo.art.br
Este projeto foi contemplado pelo Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2014.

Mais aqui.

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.