Jundiaí será o 1º município a se tornar "cidade caminhável" - MISTURA URBANA

Jundiaí será o 1º município a se tornar “cidade caminhável”

divulgação
divulgação

A cidade de Jundiaí no interior de São Paulo está testando um projeto muito legal onde os circuitos pedestres serão mais valorizados, como o centro histórico. O modelo de “cidade caminhável” busca aplicar as intervenções urbanas com a metodologia “Urbanismo Caminhável”, e Jundiaí será a primeira cidade do Brasil a testar .

A prefeitura local vai investir cerca de R$ 650 mil, e a implantação está prevista para seis meses. Algumas ações como oficinas e workshops também estão previstos para a população. A primeira etapa visa medir ruídos, temperatura do local, além de trajetos que se podem fazer a pé.

Realizado em parceria com o Instituto Mobilidade Verde, o projeto é considerado um dos mais importantes do país pelo especialista Lincoln Paiva, que, além de fundador do instituto, é membro da organização Sustainable Low Carbon Transport (SLoCaT), delegada pelo Departamento de Economia e Assuntos Sociais das Nações Unidas (ONU).

Lincon também foi o responsável pela implantação dos “Parklets” em São Paulo, que transformam o ambiente urbano em espaços de convivência para a comunidade. Trata-se de uma ampliação temporária do passeio público, realizada por meio da implantação de plataforma sobre a área antes ocupada por automóveis na via pública, equipada com bancos, floreiras, mesas e cadeiras, guarda-sóis, aparelhos de exercícios físicos, paraciclos ou outros elementos de mobiliário, com função de recreação ou de manifestações artísticas.

“O foco desse projeto é o polígono histórico formado pelas ruas Rangel Pestana e Vigário João José Rodrigues, de um lado, e as ruas Anchieta, Zacarias de Góes e Paula Penteado, tendo a avenida Henrique Andrés e a avenida Odil Campos Saes nos dois extremos”, explica a secretária Daniela da Camara Sutti, do Planejamento e Meio Ambiente.

Após essa etapa, o projeto ainda é formado por elaboração de projetos-pilloto (placemaking), implementação dos projetos (prototyping), medição de resultados e elaboração de manuais com as lições aprendidas. Tudo isso é realizado com o envolvimento da comunidade.

800px-Pedra_da_Baleia_022

via

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

1 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *