Artista ocupa sala do Grande Hotel em Goiânia com videoinstalação - MISTURA URBANA

Artista ocupa sala do Grande Hotel em Goiânia com videoinstalação

Talvez a gente caiba aqui (1)

Gravado na França e finalizado em Goiânia, trabalho explora história de amor de dois garotos em grandes centros urbanos e dificuldade dos relacionamentos à distância

Foi através de uma viagem a Paris que o artista visual Benedito Ferreira desenvolveu um íntimo trabalho que permeia os desdobramentos do vídeo e do cinema. Agora ele ocupa uma das salas do Grande Hotel a partir de quinta-feira, 14, com o trabalho autoral Talvez a Gente Caiba Aqui, que poderá ser visto até o dia 02 de junho gratuitamente.

Trata-se de uma videoinstalação que começou a ser desenvolvida na França e finalizada em Goiânia e que cria um percurso de viagem de uma história de paixão entre dois garotos em grandes centros urbanos. Além disso, o vídeo também trata das dificuldades dos relacionamentos à distância. Com atores e equipes francesas, o trabalho demorou cerca de um ano para ficar pronto. “Todos os meses novas inspirações mudavam o rumo do projeto, até que surgiu a oportunidade de mostrá-lo primeiro aqui em Goiânia e, em seguida, na França”, aponta Benedito.

Ao adentrar a pequena sala de exposição, no Grande Hotel, o público pode conferir o vídeo no rodapé da parede principal e um pequeno pedaço de grama sintética que serve de apoio à tela de projeção. São duas imagens que acontecem simultaneamente na tela. A primeira, central, desenha a narrativa da conquista e, mais adiante, da dúvida recorrente ao início da juventude. A segunda imagem é o céu de Goiânia.

Talvez a Gente Caiba Aqui nasceu de uma observação constante do centro da capital e da necessidade de se ocupar espaços da cidade, a exemplo do Grande Hotel. “Tem muita coisa pra ser feita em Goiânia. É fundamental ocupar esses espaços. Ao final do processo de finalização, imaginei que devíamos mostrá-lo num lugar aconchegante, um espaço cujo uso atual não tivesse uma relação muito direta com aquilo que fora no passado. O Grande Hotel é, para mim, isso: um lugar que brinca com a crise, com a substituição.”

Quem assina a trilha Sonora de Talvez a Gente Caiba Aqui é o artista português Rui Bordalo. “A música auxilia o afastamento dos personagens, mas também os guia na viagem”, reitera. Ferreira finaliza agora o projeto “O dia Secreto” com participação da bailarina Sônia Mota.

Serviço

Videoinstalação TALVEZ A GENTE CAIBA AQUI
Visitação de 14 de maio a 02 de junho, das 9h às 17h
Grande Hotel Goiânia – Av. Goiás esq. com R 03, St Central, Goiânia GO.
Entrada gratuita

Talvez a gente caiba aqui (2)

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

1 Comentários

Junte-se a conversa →

  1. Artista ocupa sala do Grande Hotel em Goiânia com videoinstalação – MISTURA URBANA Achei uma pessoa de goiânia para o resto da minha vida, acessei o site http://www.namorogoiania.com.br e encontrei minha alma gêmea aqui mesmo em goiânia. Agradeço ao site por existir, e indico aos amigos e quem queira ter um relacionamento sério.

    Roberta Cunha / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *