Zipper Galeria inaugura o espaço Xavier no centro de São Paulo - MISTURA URBANA

Zipper Galeria inaugura o espaço Xavier no centro de São Paulo

Morozini_4 (1)

No dia 25 de abril, sábado, à partir das 16h, é a inauguração do XAVIER, espaço localizado no centro de São Paulo, sob direção da Zipper Galeria. O Xavier será dedicado a trocas e experimentações artísticas, visando contribuir para o diálogo, a criação e a fruição da arte contemporânea.

Para marcar o início deste projeto, no 9o. andar do número 144 da rua Xavier de Toledo, a mostra Observatório, do artista Felipe Morozini, estará aberta para visitação.

Com texto de apresentação de Nazareno Rodrigues, a mostra reflete sobre a natureza humana em contraste com a urbe, onde o que se evidencia não é mais o indivíduo, mas sim o retrato coletivo, inserido num contexto, numa época, numa cultura.

Durante o dia, corpos em formas geométricas ou orgânicas, tentam se ausentar do ritmo imposto pela cidade. Já sob investigações noturnas, luz cinematográfica encontra beleza onde olhos cansados se recusam a ver. O artista se expõe. A cidade se transforma num palco. O anônimo é enaltecido. A ausência de um estilo arquitetônico se evidencia. O escuro da noite dá espaço à solidão. Para o artista, há arte nos gestos mais banais, na vida comum emoldurada nas janelas que se debruçam para o Anhangabaú.

Felipe Morozini (1975), vive e trabalha em São Paulo. É bacharel em direito mas há anos trocou a toga pela máquina fotográfica, com a qual desenvolve, além de seu trabalho artístico, fotografias para revistas e catálogos de moda. A cenografia é também outro campo de atuação do artista. Como exposições individuais podemos citar: Primeira Individual Retrospectiva, na Zipper Galeria (2011), Jardim Suspenso da Babilônia (2009), Love Story, na Plastik (2009) e Aktuell na Galeria Parede (2008). Como exposições coletivas citamos: Brazilian Modern: Icons and Innovation na Ampersand House and Gallery, Bruxelas, Bélgica (2012), Mostra São Paulo de Fotografia (2012), São Paulo Fashion Week (2012), Silêncio, na Zipper Galeria (2010), Public Design Festival. Milão, Itália (2010) e Milan Design Week, Milão, Itália (2010).

Nazareno (1967) vive e trabalha em São Paulo. É bacharel em artes visuais pela Universidade de Brasília. Além de seu trabalho como artista, atuou como professor, curador, coordenador de espaços culturais e consultor em edições de artes plásticas. Trabalha com diferentes mídias, como desenho, gravura, escultura, instalação e vídeo. Já realizou diversas exposições, das quais se destacam as realizadas no MAM – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e de São Paulo, o Museu de Arte de Brasília, o Instituto Itaú Cultural, a Funarte, o Instituto Tomie Ohtake, entre outros. Participou de salões nacionais, projetos de mapeamento como o “Rumos Visuais Itaú” e residências artísticas. Nos anos de 2011, 2008 e 2006 foi indicado ao prêmio Marco Antônio Vilaça-SESI, em 2010 foi um dos artistas convidados do 29º Arte Pará. Em 2013, lançou o livro “Num Lugar Não Longe de Você” e em 2004, publicou o livro “São as Coisas Que Você Não Vê Que Nos Separam”. Suas obras fazem parte de importantes coleções públicas e privadas.

Serviço:

Inauguração do XAVIER
Mostra Observatório de Felipe Morozini
Abertura 25 de abril, sábado, das 16h às 19h
Período de visitação: qui a sáb, das 14 às 19h
Rua Xavier de Toledo, 144 – Anhangabaú – Centro

Morozini_3 (1)

Morozini_5 (2)

Xavier_vista-interna1 (2)

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *