Estufa flutuante é alimentada por energia solar, eólica e das marés - MISTURA URBANA

Estufa flutuante é alimentada por energia solar, eólica e das marés

barge_1

A estufa flutuante que recebeu o nome de “Jellyfish Barge” é outro exemplo de uma ideia sustentável inteligente, que não depende de recursos agrícolas tradicionais. Essa estufa com sistema inovador, é alimentada apenas por energia solar, eólica e a que vem das marés.

Sua estrutura octogonal da barcaça é composta por uma rede de barris flutuantes e raios de madeira e plástico. Pequenos vasos de plantas são mantidos em segurança. O projeto que foi encomendado pela empresa de design italiana Studiomobile, levou cerca de cinco meses para ser concluída. Além de seu belo design que inclui uma plataforma embutida em todo o perímetro, a estufa foi criada pelo crescimento urbano e degradação dos recursos terrestres. Sua natureza e o estilo de uma jangada dá aos moradores da cidade, um espaço inventivo de plantio e de contribuição positiva para a saúde da comunidade.

Saiba mais aqui.

via

 

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

 

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *