Conheça a galeria de arte urbana comunitária no Texas - MISTURA URBANA

Conheça a galeria de arte urbana comunitária no Texas

10488107_521507891310521_8282213271119529234_n

O graffiti está presente em muitas cidades mundo a fora, o que é essencial para darmos uma pausa e uma respirada em um muro colorido, que nos desperta um descanso do caos dos grandes centros urbanos, porém artistas que se expressam e que vivem dessa arte, muitas vezes são proibidos de pintar, às vezes podem ser presos, e precisam se preocupar com os policiais.

Mas existe um lugar, onde você pode levar seu spray em plena luz do dia, sem se preocupar com nada. É a HOPE Outdoor Gallery (HOG) in Austin, Texas, que foi aberta em 2011, e é um espaço modelo de como as cidades podem unir a arte urbana com o turismo. Artistas iniciantes e outros grafiteiros podem criar sem medo de ser feliz. O labirinto coberto por pixações e graffiti, tornou-se um tesouro local e um destino para artistas do mundo todo.

facebook.com/HOPEOutdoorGallery
facebook.com/HOPEOutdoorGallery

O espaço ocupa uma extensão de 1,25 hectares em Clarksville, um bairro histórico que está rapidamente se tornando um dos lugares do centro de Austin mais caros para viver. Não muito longe, à distância, o horizonte de Austin, uma cidade que ganha mais de 100 novos moradores por dia, está alinhada com guindastes de construção que mal são capazes de manter-se com a explosão demográfica da cidade. Os proprietários de terra do HOG poderia lucrar consideravelmente com praticamente qualquer outro uso, não tem nada construído, além de ter uma vista incrível de toda a cidade.

Ao invés disso, o lugar abriga graffitis e murais elaborados, tornando-se uma galeria comunitária de arte à ceu aberto. Um dos primeiros a pintar um mural foi o artista Shepard Fairey. A galeria recebe uma grande variedade de visitantes, cerca de 50 por dia durante a semana, e muitos outros aos fins de semana.

Mas, como todo lugar, o HOG custa aos proprietários cerca de 75 mil dólares por ano, eles têm o compromisso de manter o parque até o final de 2015, depois disso não sabem o que vai acontecer, os donos Scull Cheatham e Ayad estão discutindo alternativas possíveis, incluindo mudar a localização.

facebook.com/HOPEOutdoorGallery
facebook.com/HOPEOutdoorGallery
facebook.com/HOPEOutdoorGallery
facebook.com/HOPEOutdoorGallery

Por enquanto, o parque vive. E que sirva de lição para outras cidades, porque o graffiti não pode ser um incômodo. Há diversos lugares abandonados pelo mundo, que poderiam ser convertidos em espaços públicos de expressão artística.

Animal!!!

Saiba mais aqui e aqui.

facebook.com/HOPEOutdoorGallery
facebook.com/HOPEOutdoorGallery
facebook.com/HOPEOutdoorGallery
facebook.com/HOPEOutdoorGallery
facebook.com/HOPEOutdoorGallery
facebook.com/HOPEOutdoorGallery

 

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

 

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *