2ª edição do Festival Música Estranha traz gêneros musicais não usuais

2ª edição do Festival Música Estranha traz gêneros musicais não usuais

_MG_2336

A segunda edição do Festival Música Estranha – Encontro Internacional de Música Exploratória acontece até o dia 30 de novembro no CCSP (Centro Cultural São Paulo), Red Bull Station e na Casa Modernista. O evento tem direção artística e curadoria de Thiago Cury e parceria da ÁguaForte Produções, da qual Thiago é diretor, com a Nonclassical, de Gabriel Prokofiev – baseada em Londres -, e com o Ensemble Camará e o grupo OCA ambos da Bahia.

Música Estranha é um festival formado por gêneros e obras musicais não usuais, que surpreendem, experimentam, sempre trabalhando sob o norte da inovação. São exploradas vertentes da música clássica contemporânea, popular experimental, étnica, eletroacústica, áudio arte, instalações sonoras, entre outras, com especial atenção à pesquisa entre gêneros e linguagens com o uso de vídeo, instalações sonoras e afins.

A Nonclassical é um selo inglês de música clássica contemporânea, fundado pelo compositor Gabriel Prokofiev, neto do renomado compositor russo S. Prokofiev, que desde a primeira edição do Música Estranha vem colaborando com o festival. Este ano foi desenvolvido um projeto em parceria que irá apresentar, na abertura do festival, um concerto tocado simultaneamente em três cidades do globo: São Paulo, Londres e Toronto. O evento em Londres será o encerramento do festival que celebra os 10 anos da Nonclassical. Outro parceiro desse projeto é o Canadian Music Centre em Toronto.

As três cidades estarão ligadas por uma conexão especial de internet de alta velocidade e tocarão simultaneamente uma obra em conjunto com instrumentos previamente designados em cada local. Para essa ação, foi feita A Chamada, uma convocação para que compositores de todo o mundo enviem obras que se encaixem na formação instrumental determinada no site do festival. As obras selecionadas tocarão simultaneamente nos quatro pontos do globo selecionados, pela internet, por áudio e vídeo.

A programação é composta principalmente por espetáculos musicais de brasileiros e estrangeiros, com foco especial para artistas, grupos musicais e coletivos que trabalham com novos modelos de criação, gestão e produção musical. Shows de artistas paulistanos como Romulo Fróes, o grupo CÃO, um flash mob feito especialmente para o Festival por alunos de música da UNESP e da EMESP, dj set do holandês Brendan Walsh (e com o seu duo Mengel & Berg), concertos do saxofonista carioca Pedro Bittencourt (do Abstrai Ensemble) estão inclusos, entre outros mais (confira abaixo). Além das apresentações musicais, integrado à programação, acontecem uma oficina infantil de criação e o SIMCE – Seminário de Inovação em Música Clássica e Exploratória, com mesas de debates e atividades de formação com temas relacionados ao festival.

Neste ano, há ainda uma residência artística de dois grupos do estado da Bahia – o Ensemble Camará e o OCA (grupo de novos compositores baianos) – junto à cena musical de São Paulo – Ensemble ÁguaForte – que irá resultar num concerto e em uma conferência. A residência propõe uma segunda etapa a ser realizada em 2015, em Salvador, onde serão levados um grupo de câmara – Ensemble ÁguaForte – e um compositor paulista para concertos e conferências na Bahia.

A primeira edição do Música Estranha! aconteceu entre 4 e 7 de dezembro de 2013, na cidade de São Paulo. A programação envolveu concertos, shows, performances, workshops e debates, ocupando três espaços diferentes: Centro Cultural São Paulo, Centro Cultural Rio Verde, e Espaço Zebra.

Atrações

Concerto BR+UK+CA
A parceria ÁguaForte + Nonclassical iniciada na primeira edição do Música Estranha apresenta neste ano um concerto especial realizado via link digital que irá conectar ao vivo o festival Música Estranha (São Paulo, Brasil), o Nonclassical (Londres, Inglaterra) e o Canadian Music Centre (Toronto, Canadá). Foi realizada uma chamada internacional de obras, das quais uma composição será selecionada. Assim, músicos dos três pontos do planeta irão apresentá-la simultaneamente. A transmissão será via streaming de áudio e vídeo.

Marc Tritschler (Alemanha) – Pianista alemão fundador do selo independente TestKlang de Berlim, nesse novo trabalho, Portrait of Absence, Marc explora o uso de vídeo e slides, com obras de Paul Dessau, Hanns Eisler, Luigi Nono e Johannes Brahms; para piano solo, projeções visuais e sistema sonoro.

Hans Beckers (Bélgica) – À procura de lugares onde a imagem e som se encontram em formas intrigantes, Hans Beckers fez inúmeras gravações de vídeo e de som para o seu novo projeto Clangdelum Cinematographica. Objetos fascinantes, máquinas, fenômenos naturais e personalidades autênticas foram capturados num “concerto-filme”, durante o qual Hans Beckers improvisa ao vivo e interage com asimagens e sons pré-gravados. Esse trabalho estreou na Bélgica no teatro Aan Zee em agosto de 2014. Hans trará ainda a apresentação Black Table Concert ao Música Estranha, improvisando com objetos que apresentam uma identidade sonora específica buscando uma variação musical em melodia, ritmo, harmonia, textura, ruído e silêncio. É uma paisagem sonora cinematográfica única criada a partir da livre improvisação e elementos de composição.

O CÃO (São Paulo) – O grupo propõe performances ao vivo que mesclam som e imagem. Não se definem somente como uma banda; podem ser entendidos como um grupo de artistas que buscam expandir as fronteiras da música, aliando performance, vídeo e arte sonora a fim de refletir as diversas formações dos membros do grupo. Baseados em São Paulo, uma cidade com enorme dimensão e configuração urbana caótica. CÃO é Bruno Palazzo (artista visual e músico) na guitarra, Dora Longo Bahia (artista visual) no baixo, Maurício Ianês (artista visual e performance) no vocal e samplers e Ricardo Carioba (artista visual e sonoro) no áudio sequenciador.

Romulo Fróes (São Paulo) – “Disco que define como ‘experimental’, Barulho Feio, é um trabalho em que Romulo faz de tudo para dificultar o acesso à canção, seja ao enchê-lo de barulhos de rua (e aproximar o ouvinte da sua própria experiência com ele, cujas primeiras mixagens ouvia no iPod, no ônibus), ou provocando os músicos a executar seus instrumentos da forma menos convencional possível.” – O Globo.

Camará Ensemble + OCA (Bahia) – O Camará Ensemble é um grupo de música de Salvador que se dedica à estreia e gravação de obras de compositores brasileiros de música de concerto contemporânea. O grupo conta com a colaboração de mais de uma quinzena de músicos em sua formação, todos ligados à Escola de Música da UFBA. O grupo OCA – oficina de Criação Agora – é um coletivo de compositores que propõe uma relação estreita com músicos e artistas ligados à inovação. Os dois grupos irão realizar um projeto de intercâmbio com o Ensemble ÁguaForte, entre novos compositores e intérpretes da Bahia e de São Paulo.

Pedro Bittencourt (Rio de Janeiro) – Saxofonista, professor e pesquisador dedicado à música de concerto e contemporânea. Apresentou-se em diversos festivais no Brasil, França, Alemanha, Suíça, Portugal, Espanha, Grécia, Eslovênia, Canadá, México, Cuba e China. O concerto no ME14 será o pré lançamento de seu novo disco “Enlarge your Sax” que será lançado pelo selo alemão Wergo.
Diretor do Conjunto de Sax da UFRJ (ensemble de saxes) e fundador, diretor e saxofonista do ABSTRAI Ensemble. Destaca-se como instrumentista que busca conjugar o uso de instrumentos tradicionais a novas técnicas e tecnologias.

Classical Music Rave, DJs Mengel & Berg (Holanda) – O evento criado por Brendan Walsh, violoncelista e empreendedor cultural holandês, integra música eletrônica de pista e dos clubs à performances de músicos ao vivo, utilizando excertos de obras de música erudita em improvisações musicais junto com DJs que remixam com beats dançantes materiais musicais de música erudita e exploratória noite afora.
Vídeo: www.youtube.com/watch?v=5vHw3OFOUbA&feature=youtu.be

SMART MOB Musical – Com a participação de alunos do curso de música da UNESP (Universidade Estadual de São Paulo) e da EMESP (Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim) o grupo irá desenvolver um SMART MOB, explorando os novos conceitos de improvisação, escrita livre e ocupação urbana.

SIMCE – Seminário de Inovação em Música Clássica e Exploratória
Este ano as atividades de reflexão e formação estarão reunidas no Seminário de Inovação em Música Clássica e Exploratória que irá propor uma série de discussões e ações que explorem novos métodos, conceitos e formatos para a criação, produção, fruição musical bem como formação e consolidação de público.
As mesas de debate terão duração aproximada de 2h, acesso gratuito ao público interessado, estimativa de cerca de 100 participantes por mesa.

Oficina – Música Eletroacústica para crianças e jovens, por André Damião
Essa oficina é uma introdução, realizada de forma lúdica para crianças, às possibilidades de criação com ferramentas digitais e analógicas para música eletroacústica. Os participantes terão contato com circuitos, microfones, sensores e softwares para fazer música.
André Damião é pesquisador e compositor multimídia, integrante do Núcleo de Pesquisa em Sonologia da USP e formado em Composição com Ênfase em Música Eletroacústica pela UNESP. Seu trabalho artístico explora possibilidades audiovisuais através de software e já foi apresentado em 15 países.
A oficina terá carga horária de 2h, com acesso gratuito mediante inscrição prévia, para até 30 participantes cada.

Serviço

Programação

Sexta feira, 28 de novembro
Local: Centro SP + Red Bull Station SP
17h: SMART MOB Musical (Unesp > Red Bull Station)
21h: Concerto Residência – Camará Ensemble (BA) + OCA (BA) + Ensemble ÁguaForte (SP)

Sábado, 29 de novembro
Local: Red Bull Station SP
14h: SIMCE – Mesas de Debate
20h: Concerto de Marc Tritschler (DE)
22h: Classical Music Rave (Holanda)

Domingo, 30 de novembro
Local: Casa Modernista
14h-16h: Oficina André Damião
DJs Mengel & Berg
Intervenção – Grupo CÃO (SP)
Concerto Hans Beckers (Bélgica) – Black Table Concert
Instalação Tresirmas Soundscape
DJs Mengel & Berg

Saiba mais aqui.

_MG_1959

 

 

Se cadastre no nosso MAILING e fique por dentro de tudo o que está rolando aqui!

 

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *