Galeria Lume apresenta o universo do fotógrafo Penna Prearo - MISTURA URBANA

Galeria Lume apresenta o universo do fotógrafo Penna Prearo

Penna Prearo - Portal de Alice em Atlantis
Penna Prearo – Portal de Alice em Atlantis

A Galeria Lume abre a mostra individual “Portal de Alice em Atlantis”, do fotógrafo Penna Prearo, com curadoria de Agnaldo Farias. A série composta por 21 fotografias abraça elementos da pintura e do cinema, com uso de equipamentos visuais acessórios como filtros, prismas, lanternas mágicas, caleidoscópios, entre outros, perfazendo um recorte da produção recente e da pesquisa atual do artista.

Penna Prearo habita um mundo ainda incógnito para nós, um universo de fábulas e desvarios, com influências que não vem de ilusões, mas das existências ali vividas. Em sua obra, nada surge da casualidade, cada escolha vem de uma razão bem pensada, de referências artísticas principalmente pictóricas e cinematográficas. Portal de Alice em Atlantis mostra fragmentos do planeta homônimo onde o fotógrafo vive, com narrativas elaboradas como um diretor que constrói cenas e inventa cenários.

As situações retratadas tem personagens tão improváveis quanto um mosquiteiro de tule, um cavalinho de pau, a cabeça de uma escultura clássica, duas rodas de bicicletas ou um hidrante, que o artista, em suas infatigáveis peregrinações, percebe e trata como personagens enigmáticas, poderosas em suas presenças silenciosas. “Sua poética afigura-se como um diário do maravilhoso que ele consegue fazer irromper de um cotidiano que os tristes e desavisados supõem comum.”, comenta o curador da mostra.

Penna Prearo - Portal de Alice em Atlantis
Penna Prearo – Portal de Alice em Atlantis

A individual de Penna Prearo é composta por obras de diversas séries, como Ballerinas – em que o fotógrafo utiliza mosquiteiros de tule incorporados a cenários variados, como se os elementos interagissem entre si em uma apresentação de balé -, Falange Ciclope – cujos personagens, desta vez, são representados por rodas de bicicletas -, Carrossel para um Kubrick Solitário – onde um cavalinho de madeira aparece sempre no clima fantástico característico de sua obra -, Portal de Alice – série composta por cenas que parecem parodiar a realidade, entre outras.

Em uma miscelânea de alusões e temas para a composição de suas fotografias, Penna Prearo realiza confrontos e tensões entre imagens, enfatiza a cor em seus trabalhos e destaca um repertório que vai de Alice no País das Maravilhas (de Lewis Carroll, publicado em 1865), inserindo a fábula na lendária ilha de Atlantis, ou Atlântida, criando seu universo individual.

Nas séries de Penna Prearo, o registro fotográfico não se presta a apenas registrar coisas e situações comuns. Sua função ultrapassa esse patamar onde cria cenas de sonho, reais ou imaginárias, parafraseando a realidade. Seus trabalhos remetem a recortes de narrativas não lineares e à realidade cultural e underground das cidades por onde passa.

“Albergaria de seres transmutantes,
portas de entrada de Alices fugazes,
sistemas organizados,
desertores procurando
lascas de um tempo curvado.
Flechadas de luz farpada
em alvos transitórios.
Translúcidas paisagens
convidando para uma viagem
num transatlântico enfurecido
com bilhete só de volta.
Um dia mais, um dia menos.” Penna Prearo

Penna Prearo - Portal de Alice em Atlantis
Penna Prearo – Portal de Alice em Atlantis

Serviço

Exposição: Portal de Alice em Atlantis
Artista: Penna Prearo
Curadoria: Agnaldo Farias
Coordenação: Paulo Kassab Jr. e Felipe Hegg
Abertura: 23 de outubro de 2014, quinta-feira, às 19h
Período: De 24 de outubro a 28 de novembro de 2014
Local: Galeria LUME – www.galerialume.com
Rua Joaquim Floriano, 711 – 2º andar – Itaim Bibi – São Paulo, SP
Tel.: (11) 3168-0351
Horário: Segunda a sexta-feira, das 10h às 19h. Sábado, das 11h às 14h

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *