Festa Batbacumba acontece nesse sábado no Puxadinho da Praça - MISTURA URBANA

Festa Batbacumba acontece nesse sábado no Puxadinho da Praça

image007-1

Neste sábado, dia 11 de outubro, a partir das 23hs, acontece mais uma edição da Festa Batbacumba, pela primeira vez no Espaço Cultural Puxadinho da Praça, que traz a banda Bonjour Pará para repetir o sucesso do “Baile da Santa Fuleragem” realizado no ano passado, na 14ª Edição da festa.

O Dj residente João Laion completa a noite com o melhor da música do norte do Brasil, misturando o carimbó, o síria, a lambada e a guitarrada com suas famosas “Batbacumbarias”. A artista Olivia Vitória (A Negra) participa do evento fazendo pinturas faciais, que terão a temática afro-indígena-brasileira para entrar no clima da festa. Ela também vai expor e vender seus quadros, colares, turbantes e camisas.

Sobre a Batbacumba

A Batbacumba tenta trazer o Brasil regional à superfície desse mundo cultural e moderno de São Paulo. É a busca pelas belas canções, danças, pinturas e climas da origem do nosso povo. O afrobrasileiro-indigena-europeu. O rodopiar do coco-de-roda, o fanhoso choro da rabeca conversando com a sanfona. O bombo, a zabumba que marca o passo forte dos cirandeiros, as congas, djembê, ilú, cavaquinho e violão que materializam o baião que no acréscimo da alfaia se transforma em baque-virado de maracatu. Do xaxado pesado dos cangaceiros ao quaternário aprumado do ritmo do xote. Chegando enfim no preferido dos marajoaras, o carimbó!

Tudo isso misturado com colher de pau na panela de barro, com atenção, carinho e amor. E claro, com pitadas apimentadas de psicodelia tropicalista, raízes sambistas cariocas e paulistas, bregas alucinados, balcãs arabizados, hip hops amacumbados dos nossos convidados! Venha conhecer, acrescentar, juntar-se, rodar, dançar, tocar e amar conosco!! Ôxe que é aprumado demais! Vem vem!

Sobre o Bounjour Pará

Banda criada para a celebração da “Fuleiragem”, o requebro das cinturas, muitas delas bastante femininas, de saias e sandálias. Corretos ornamentos pra dança caliente que se precipita. A pele bronzeada é requisito opcional, mas também importante pra entender esse estilo: O baile “brega” paraense, que grassou pelos salões, quartos de empregadas, guarita de vigilantes insones e assentos de motoristas de ônibus pelo norte e nordeste do Brasil, desde os anos 70 até hoje, revalorizado que está pelos jovens da dita cultura alternativa, da classe média. O baile tropicaliente parece que subiu na vida.! Levados por estes agentes da subversão popular a todos os recantos do país, nomes clássicos do covescote paraense como Alípio Martins, Pinduca, Raimundo Soldado, Mestre Vieira, Beto Barbosa e Pin, são executados pelos meninos do Bonjour Pará e levam o delírio/tropicaldance às noites de São Paulo. Músicas como “Surra de amor”, “Sinhá Pureza” e “Remador”, mostram a cultura de festa do Brasil de cima. Aquele perto das antilhas, do Caribe, das maracas, do clima praiano ou “beira rio” dos filhos mais próximos da Linha do Equador. Música de risada fácil, xamegos e afetos apimentados. Bom baile a todos! A formação do Bonjour Pará é tão diversa quanto o Brasil: Os cearenses Gil Duarte na flauta, trombone e voz e Marcos Maia na bateria. O pernambucano Adriano Salhab no teclados, voz e bandolin. O Paulista Demétrius Carvalho no baixo, O catarinense Fernando Rischbieter na guitarra.

image013

Serviço

Abertura da casa: 23h
Show 0h
R$ 20,00 até 0h
R$ 25,00 depois de 0h
Espaço Cultural Puxadinho da Praça – Rua Belmiro Braga, 216, Vila Madalena

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *