Plataforma SP Cultural disponibiliza mapa virtual com todos espaços culturais de São Paulo - MISTURA URBANA

Plataforma SP Cultural disponibiliza mapa virtual com todos espaços culturais de São Paulo

screenshot-sp-cultural-01

Tecnologia, cultura e a criatividade, são os três pilares que integram a plataforma SP Cultural, uma iniciativa inédita de mapear os espaços dedicados à cultura na cidade de São Paulo, colocados em uma interface de uso simplificado. Diferente de algumas iniciativas similares do governo, essa iniciativa não selecionou apenas um tipo de equipamento cultural: assim, há espaços particulares, espaços comunitários, espaços mantidos pelo governo (em todos os níveis – municipal, estadual e federal) e outros. O resultado é que até agora há 600 pontos cadastrados, entre os quais mais de 200 teatros, 120 bibliotecas, 82 galerias de arte.

A plataforma é uma iniciativa do FalaCultura, um projeto independente mantido por jovens e que busca usar a tecnologia de forma criativa para incentivar o acesso à cultura. Com essa ideia, você pode fazer busca e mapear todos os espaços dedicados à cultura na cidade, incluindo teatros, museus, centros culturais, bibliotecas, cinemas e galerias, entre outros.

O usuário pode filtrar sua busca por categoria ou fazer uma pesquisa por região, e cada local traz uma descrição das atividades desenvolvidas, imagens, endereço, horário de funcionamento, e link para o site e redes sociais. É possível também calcular rotas para chegar nos locais de bicicleta, transporte público, de carro ou a pé. Todo material da plataforma dialoga com o conteúdo do blog FalaCultura, que traz reportagens e artigos do mundo das artes.

alta-sp-cultural-01

O objetivo da iniciativa é divulgar diferentes equipamentos e movimentos culturais em São Paulo, incentivar as pessoas a explorarem a cultura em seus bairros e proximidades e dar visibilidade aos diversos espaços de cultura espalhados pela cidade.

O SP Cultural foi lançado em formato beta em maio de 2014, passando por avaliação dos usuários, que enviaram sugestões. A partir dessa fase inicial, a plataforma foi expandida e ganhou novas ferramentas de participação dos usuários. Agora, cada um dos espaços pode ser avaliado pelos usuários, que podem deixar comentários e mesmo fotos que tiraram no espaço. Também aumentou a integração do mapa com a Agenda Cultural Aberta, onde qualquer usuário pode cadastrar seus eventos, possibilitando que peças de grupos amadores, exposições de coletivos de artistas e outras iniciativas independentes sejam divulgadas ao público.

Atualmente, o projeto busca viabilizar um aplicativo mobile que aproveite o conteúdo do site, e levar a iniciativa para outras capitais do país. Muito bacana, afinal conhecimento e cultura só nos faz bem.

web-sp-cultural-02

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *