Graffiti e outras expressões urbanas são destaque no Festival Sesc de Inverno - MISTURA URBANA

Graffiti e outras expressões urbanas são destaque no Festival Sesc de Inverno

fusca 5

O 13º Festival Sesc de Inverno traz para essa edição, a arte urbana e suas expressões diversas para dentro das galerias e espaços públicos. Exposições, intervenções artísticas e oficinas fazem parte do cardápio da programação de artes visuais desse ano.

Um dos destaques, é o trabalho do artista plástico e grafiteiro carioca Smael, da Galeria Paçoca, que participa esse mês do festival, que rola no espaço Sesc Quitandinha, em Petrópolis. Smael expõe um fusca ano 1995 totalmente grafitado por ele, e tem a ideia de apresentar o graffiti em diferentes mídias.

A arte realizada no fusca levou duas semanas para ser finalizada. A pintura corresponde a dois cavalos, (um de cada lado) em referência aos dois carburadores do fusca. A atual pintura tem cerca de três anos e em breve será modificada. Essa é a primeira vez que o fusca participa de uma exposição.

fusca 2

Quem quiser conferir seu trabalho, que já faz sucesso circulando pelas ruas do Rio, é só conferir o evento no Sesc Quitandinha, que segue até o dia 10 de agosto. Os grafites realizados por Smael podem ser vistos em diferentes suportes, que fogem das telas convencionais, sendo aplicados em muros, geladeiras, carros entre outras plataformas. Smael já participou de exposições em diferentes países expondo seus trabalhos em galerias e coletivas de arte. Atualmente, o artista plástico tem obras expostas na Galerie Onega em Paris.

fusca 4

image001

Além do trabalho dele, a ação cultural “Painéis temáticos para o Festival de Inverno 2014”, reuniu grafiteiros do Rio e de Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo para criarem três painéis – um em cada cidade. Os trabalhos estão expostos no Sesc e também em todo o material gráfico do Festival, uma prova do quanto o grafite é identificado com a “Arte urbana”, tema do Festival Sesc de Inverno para este ano.

Cada painel, com dimensão de 8,80m x 3,20m, funciona como um abre-alas para todo o Festival dentro das unidades, e também é uma síntese da programação das artes visuais. Além dos painéis temáticos, o grafite também está presente nas exposições das galerias do Sesc Quitandinha, do Sesc Nova Friburgo e do Sesc Teresópolis.

No Sesc Nova Friburgo e no Sesc Quitandinha, em Petrópolis, as galerias abrigam a exposição “Grafite em movimento”, que pretende fazer um levantamento da produção artística urbana contemporânea. A ideia é que, ao tirar o grafite das ruas e levá-lo para a galeria, a exposição mapeie o movimento que esses artistas estão fazendo em suas produções, utilizando objetos inusitados como espaço para sua arte – telas, portões, janelas, caixas, skates e até carros.

É a linguagem urbana e transgressora como está nas ruas, apresentada entre as quatro paredes de um espaço tradicional. No Sesc Nova Friburgo, Andrea Stelling, Eduardo Denne, Garvey, Marcelo Jou, Márcio Bunys, Márcio SWK, Menega, Rosário, Rafael Se7 e Saw são os artistas que terão trabalhos expostos. Já os artistas que apresentam seus trabalhos no Sesc Quitandinha são Acme, Acidum (Tereza), Acidum (Robézio), Airá, Aqi, Bandeira, Carlos Bobi, Doug, Fábio Birita, Fábio Ema, Felipe Nunes, Heitor Corrêa, Joana César, Kajaman, Marcelo Eco, Nitcho, Pedro Jardim, Rafo Castro, Smael e Wesley.

Em Teresópolis, a exposição que fica em cartaz é “Ocupação Gráfica”. Os artistas do Coletivo Gráfico apresentam não apenas as obras em si, mas o próprio sistema de produção desenvolvido pelos artistas. Durante o período de realização da mostra, seus oito integrantes, todos da Escola de Belas Artes da UFRJ – sete ex-alunos, Júlio Ferretti, Júlia Jacobina, Tadeu dos Anjos, Lara Miranda, Mariana Moysés, Elvis Almeida e Luiza Stavale e o professor de gravura Pedro Sánchez – ficarão no espaço da galeria produzindo, em tempo real, todo o material apresentado. Nesse trabalho, a linguagem é o estêncil – máscaras vazadas cortadas em folhas de papel jornal – para a impressão de cartazes de lambe-lambe através da tela de serigrafia.

Arte - Festival Sesc de Inverno

Arte divulgação - Festival sesc de inverno

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *