Artistas de rua europeus criaram obras para a conscientização contra a pesca em alto mar - MISTURA URBANA

Artistas de rua europeus criaram obras para a conscientização contra a pesca em alto mar

By Popay - Bruxelas
By Popay – Bruxelas

Diversos artistas de rua se reuniram ontem em sete cidades europeias para uma ação muito bacana, o “Street Arte Europeia” foi uma mobilização para a conscientização contra a pesca de arrasto em alto mar, que esmagam os corais e reduzem o habitat, pois as redes puxam tudo o que encontram no caminho, incluindo peixes em risco de extinção.

Sete artistas de rua criaram obras, para lembrar aos governos da União Europeia que os cidadãos querem a proibição absoluta desse tipo de atividade, e também para pedir aos Estados Membros que dêem importância a esse tema e adotem uma medida para salvar os oceanos. Para chamar a atenção nesse luta em favor à proibição da pesca, a comunidade de Street Art europeia expressou de forma direta sua indignação e depositou esperanças para mudanças através das cores e formas.

By SP38
By SP38
By SP38 - Berlin
By SP38 – Berlin

Durante todo o dia de ontem em Bruxelas, Lisboa, Londres, Berlim, Roma, Madrid, Biarritz, sete artistas de rua produziram diferentes obras. Popay criou uma pintura de seis metros de um vulnerável polvo rodeado por impressionates criaturas do abismo, já os polvos Dumbo foram também escolhidos pelos artistas Panik e Delwood, pois essas criaturas simbolizam a fragilidade, o mistério e a vulnerabilidade desses animais que são encontrados por todo o oceano. Participaram ainda da ação, SP38, David Jae Antunes, Spok e Jb Rock.

London
London

O evento internacional, coordenado pela BLOOM com o apoio de muitas ONGs, como é o caso da Sciaena, em Portugal, surge num momento em que os dados que acabam de ser divulgados em França mostram que o governo deste país tem claramente mentido sobre as implicações da proibição da pesca de arrasto de fundo em alto mar.

“A proibição da pesca de arrasto de fundo em alto mar na Europa está a expor uma divisão muito profunda entre a vontade dos cidadãos e a instituições europeias”, comentou Claire Nouvian, fundadora da BLOOM. “Certos estados membros aceitam e fazem eco sem pôr em causa o que alguns lobbies industriais lhes ditam e não mostram respeito pela ciência ou pelos cidadãos. Por exemplo, França tem mentido sistematicamente sobre as implicações da atividade da pesca de arrasto de fundo em alto mar e, agora, o governo espanhol parece estar a fazer o mesmo. Para além da proteção dos oceanos, penso que esta interdição está a tornar-se numa verdadeira questão política: ela destaca o mau funcionamento das nossas democracias que falham em levar em consideração o interesse comum e de longo prazo. O dossiê do alto mar dá-nos uma visão sobre a forma como funciona, de facto, a política. Os cidadãos estão preocupados e têm uma razão real para estarem”, conclui Claire Nouvian.

By Jae David - Lisboa
By Jae David – Lisboa
By Spok - Madrid
By Spok – Madrid
By JB Rock - Roma
By JB Rock – Roma

Mais links sobre o assunto aqui e aqui.

Mais sobre a Bloom aqui.

Para conferir todas as obras aqui.

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *