Mostra "Ouro Branco" retrata a história das comunidades agroecológicas do Sertão Central - MISTURA URBANA

Mostra “Ouro Branco” retrata a história das comunidades agroecológicas do Sertão Central

unnamed-1

O artista pernambucano Derlon Almeida traz a partir de amanhã em São Paulo, a exposição “Ouro Branco”, que é resultado de sua residência no Sertão Central, Ceará, onde o artista representou artisticamente, nos muros das cidades, a história das 72 famílias do Riacho do Meio, município de Choró; tudo foi registrado pelas lentes do fotógrafo Pablo Saborido. Agora essas imagens viraram lambe-lambes e vão ocupar a Praça Benedito Calixto, depois a galeria Artur Fidalgo no Rio de Janeiro e finalmente as ruas de Paris em julho.

O projeto Ouro Branco representa a prática da agroecologia e a história de vida dos agricultores através da visão do artista. Para a realização, os idealizadores abriram uma campanha de arrecadação de fundos pelo site Catarse, ferramenta de financiamento coletivo, que possibilita a concepção de projetos de cunhos social e ecológicos. Para cada doação feita o apoiador poderá escolher uma obra de edição limitada assinada pelo artista, cartões postais, convites para a exposição em São Paulo e um curso prático de lambe-lambe.

22032014-_MG_7938

Por meio de algumas das cenas chave, as criações representam a luta pela dignidade, desde a conquista da terra, até o aprendizado das técnicas da agroecologia, passando pela construção das primeiras moradias, das cacimbas para facilitar o acesso à água e da criação das primeiras escolas para assegurar a educação das novas gerações. Dessa forma, a VERT convidou o artista Derlon para fazer uma residência artística na região e pintar as casas dos agricultores, estampando essa história de sucesso com imagens de sua vida cotidiana, como o transporte de água e roupas na cabeça no trajeto às cacimbas, a celebração de seus santos ou o trabalho da terra.

“O nome Ouro Branco evoca, na forma de poesia visual, o valor e a riqueza que o algodão significa na região, além de ser, junto ao preto, um binômio essencial na paleta de cores da minha obra”, diz Derlon.

O particular estilo de Derlon, com sua característica conexão entre xilogravura e street art, interessou à VERT por conta do forte envolvimento da marca em comunidades rurais do Sertão Nordestino onde compra o algodão agroecológico. Junto com o jovem curador francês Paul Duboc, o artista tem trabalhado de maneira colaborativa com os agricultores para contar esta história de conquista, resistência e esperança. Para o artista, a residência tem sido uma forma de entrar em contato com suas próprias raízes artísticas em uma região onde a influência do Cordel e da xilogravura ainda é muito forte.

24032014-_MG_8046

Serviço

São Paulo
Ouro Branco @ Praça Benedito Calixto
Abertura: dia 10, das 15h às 20h, na frente da loja YourID
Período expositivo: de 10 maio a 10 de junho
Endereço: Praça Benedito Calixto, 42. Pinheiros. São Paulo, SP
Telefone: (11) 3331-6200
Site: www.youridstore.com.br

Rio de Janeiro
Ouro Branco @ Galeria Artur Fidalgo
Abertura: dia 22 de maio, das 19h às 22h, na Galeria Artur Fidalgo
Período expositivo: de 22 de maio a 22 de junho
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 19h
Endereço: Rua Siqueira Campos, 143, lojas 147/150, 2º piso. Copacabana. Rio de Janeiro, RJ
Telefone: (21) 2549-6278
Site: www.arturfidalgo.com.br

Para mais informações aqui.

24032014-_MG_8069-Edit

24032014-_MG_8083

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *