15 rolês fora do “circuito turístico chacota” pra se fazer em Buenos Aires - MISTURA URBANA

15 rolês fora do “circuito turístico chacota” pra se fazer em Buenos Aires

torremonumental

Texto por Berenice Taboada

Embora Buenos Aires tenha coisas típicas que não podemos deixar de visitar, como os bairros de San Telmo ou La Boca ou o Obelisco, é possível fazer muitos rolês bacanas fugindo do tradicional.
Se você está na procura de um boteco gostoso, fugir da loucura da cidade de bike, pegar uma refeição rápida ou dançar ritmos locais, então aproveite tudo que está nessa lista para conhecer melhor a cidade do tango, cafés e teatros.

CHORIPAN[1]

Comer um “choripán” 
Vamos começar pelo importante: “barriga cheia, coração contente”. Se você é desses que adora a comida argentina, a carne, as empanadas, bom, pera aí. Vamos te trazer novos lugares e comidas para que você conheça.
Esse famosa e deliciosa refeição rápida –também chamada de “chori” pelos portenhos– é um chouriço feito na churrasqueira, assado e bem dourado entre duas fatias de pão. Se quiser variar os tradicionais complementos, uma das sugestões é temperar o este ícone da cultura gastronômica argentina com chimichurri (baseado em cheiro verde, pimento e orégano) ou salsa criolla (molho que acompanha o famoso “asado”). Basicamente se você não souber o que fazer  à noite, quase qualquer dia da semana é garantia de que tem alguma barraca de “choripán” aberta em algum lugar da Avenida de los Italianos.
Endereço: ultrapassando o bairro de Puerto Madero está a Costanera Sur, uma região cheia de carrinhos que vendem sanduíches de lomo, bondiola e choripan. Ótimo passeio para quem está de bicicleta e quer relaxar um pouquinho tendo uma vista bem diferente da cidade. De segunda a domingo, funciona até meia noite. Sai por R$ 5,00 aprox.

Proyecto Calle Lanín

Exposição a céu aberto no “Proyecto Calle Lanín”
Caminhar por essa rua é como estar dentro de algum desenho animado. Onde olhe, tem esmalte sintético de milhares de cores diferentes em forma de patrões verticais, horizontais e linhas onduladas para desfrutar.
A história começou assim: o pintor e ceramista Marino Santa Maria, na década de 1990, cobriu a frente de seu ateliê, na  Rua Lanín 33, com uma de suas obras. Os vizinhos gostaram da ideia, e pouco a pouco também foram pedindo que pintassem as fachadas de suas casas. Então, Marino fez um convênio com várias empresas e instituições e em dois anos acabou pintando 35 casas ao longo das três quadras da rua Lanín.
Endereço: a obra vai da Rua Brandsen à Rua Suárez, no bairro de Barracas

feria-mataderos1

Feira de Mataderos
Similar mas muito mais genuína, barata e típica do que a feira de San Telmo, é o lugar ideal para aprender sobre a vida dos gaúchos, comer assado, salgadinho e choripan, comprar artesanato e ver espetáculos de folclore. A feira está localizada no Mataderos, na arcada do antigo mercado e matadouro público.
Endereço: esquina da Av. Lisandro de la Torre com Av. de los Corrales. Domingos a partir das 11:00 até às 20:00 hs
Linhas de ônibus: 36, 55, 92, 63, 80, 92, 97, 103, 117, 126, 141, 155, 180 e 185.

BA market1

Feirinha gastronômica no bairro de La Boca
O Buenos Aires Market é uma organização super bacana para frequentar se você está  em Buenos Aires e quer comprar produtos variados, frescos e com preços baixos.
Com entrada livre e gratuita, no mercado você encontra mais de 600 produtos  e poderá saborear frutas e legumes orgânicos, queijos, grãos, sementes, picles, conservas, especiarias, chá, doces, bolos e lanches, além de produtos agrícolas e celíacos.
Onde e quando: O evento acontece um fim de semana cada mês, entre as 10h e 18h, na rua Benito Perez Galdós, entre a Ministro Brin e a avenida Don Pedro de Mendoza, pertinho do museu “Usina del Arte”.

foto pulgas index

Mercado de Pulgas
Mais que um antiquário, este galpão gigantesco é quase  um museu, com milhares de produtos de diversas épocas e vários locais do mundo. Tudo o que você imaginar você encontra no Mercado das Pulgas: móveis usados, semi-novos e de época, objetos de decoração, antiguidades, cristais, porcelanas, relógios, telas de artistas nacionais e estrangeiros, instrumentos musicais, eletrodomésticos, entre outros.
Onde: Fica bem na divisa dos bairros de Palermo com Colegiales, na esquina da Av. Dorrego com a Rua Niceto Vega.

BA parque costanera

Fazer esporte no BA Parque Costanera (ou só ir dar uma olhada!)
É um espaço público de esportes urbanos na frente do rio onde se pode praticar Skate, Longboard, Slackline, Slalom, Muro de escalada, Roller e BMX. O espaço concentra, no liso asfalto, novatos mas também grupos de competidores,  tem obstáculos para os mais experientes.
Endereço: interseção de Rafael Obligado y La Pampa, na Costanera Norte. Todos os dias de 8 até 20hs.

la-bomba

Assistir no show da Bomba De Tiempo
Todas as segundas-feiras do ano é o dia do grupo La Bomba de Tiempo no Centro Cultural Konex. Ideal para abrir os trabalhos da semana em Buenos Aires, trata-se de um show de percussão divertidíssimo, similar aos batuques brasileiros, que todo portenho recomenda desfrutar com copos gigantes de cerveja e Fernet com coca-cola nas mãos.
O preço é razoável e tem filas grandes, por isso o melhor é chegar cedo para se garantir um bom espaço desde onde dançar.
Pros amantes do graffiti lá é também um prato cheio pra ver muita arte de muita gente foda, com murais feitos por grafiteiro muito reconhecidos da cidade.
Dica: fique depois do show, tem festa “after-bomba”.
Endereço: Sarmiento 3131 – Abasto

Alfajores

Comer alfajores onde puder
Composto de duas ou três camadas de massa com recheio de doce de leite, coberto com chocolate derretido, esse famoso e delicioso biscoito é um representante da culinária doce argentina.
Sendo um alimento gostoso e econômico, um dois maiores jornais da nação estimou que na Argentina são consumidos seis milhões de alfajores todos os dias de mais de uma centena de marcas, entre as quais você pode optar por Havanna, Balcarce, Jorgito, Guaymallén, Cachafaz, entre outros.
Se você quer se sentir mais argentino do que nunca, vai ao qualquer mercadinho ou bomboniere e compre um alfajor para comer em um dos tantos parques da cidade ou na beira do mar em Mar del Plata (preferivelmente acompanhado de “mate”).

torremonumental

Buenos Aires de cima
Voce não chega a apreciar a dimensão e o espaço que esta cidade ocupa se não da uma olhada desde os topos de diversos mirantes espalhados pelo Buenos Aires. Como é uma planície, é muito fácil ter um panorama completamente espetacular de cima. Prepare a sua máquina fotográfica, embarque nesta aventura e conheça vistas deslumbrantes!
Onde? No mirante no 14º andar da Galeria General Güemes (rua San Martin 170), no mirante para a região portuária da Torre de los Ingleses (Praça Fuerza Aérea Argentina), no Palácio Barolo (um edifício totalmente inspirado na Divina Comédia, de Dante Alighieri, que fica em Av de Mayo 1370), na Biblioteca Nacional (Rua Aguero, 250 ) e mais vários que valem super a pena.

parque de la memoria

Parque de la Memória, um monumento para não esquecer o terrorismo de Estado nem suas vítimas.
Para quem gosta de se comprometer com a cultura e história local quando viaja, o Parque de La Memoria e um lugar ideal para lembrar alguns dos últimos acontecimentos da história argentina.
Com o Río de La Plata ao fundo, instalações artísticas sobre o gramado, exposições temporárias numa sala e até uma escultura no meio do mar, o parque oferece um espaço bem amplo para se informar sobre a ditadura (tem visitas guiadas gratuitas), mas dátambém para  relaxar e refletir.
O que mais chama a atenção é o Monumento a las Víctimas del Terrorismo de Estado, um muro imenso com milhares de nomes e datas de desaparecimento de homens, mulheres e crianças vítimas do terrorismo.
Endereço: na Costanera Norte, perto do Aeroparque.

pizzeria-guerrin

Fazer um tour de pizzas pela Avenida Corrientes
Num espaço de 5 ou 6 quarteirões, você encontrará as melhores e mais grossas pizzas da cidade.
Como todas tem a opção de comer em pé, você pode ir de uma pizzaria para outra provando todas s opções, porque é “pizza al corte”.
Para comer bem, com bom preço e em locais antigos típicos, recomendo a pizzaria Guerrin (Av. Corrientes 1360), Las Cuartetas ( Av. Corrientes 838), La Rey (Av. Corrientes 965) e Los Inmortales (Av. Corrientes 1369).
Nota: depois do jantar, pode ficar olhando livros nas livrarias (ficam abertas até meia noite) ou assistir alguma peça de teatro (todas as obras que já estiveram na Nova Iorque ou SP)

margot1

Café margot
Ainda mantendo sua estrutura original e localizado num tradicional bairro “tanguero” (do tango), o Café Margot oferece um variado menu com diferentes tipos de sanduíches, doces, petiscos e saladas.
Embora suas especialidades sejam os “sandwiches de pavita”, as pastas e as “empanadas a la parrilla”, eu recomendo começar a manhã com um bom café de manha: café com biscoite de chocolate, pão caseiro, pão tostado com doce de leite ou manteiga.
E se você estiver afim, eles tem um “diário cultural” com datas de mostras pintura e fotografia, espetáculos, etc. Pode conferir aqui.
Endereço: Av.Boedo 857

graffitimundo

Rolê pelas ruas totalmente grafitadas do bairro de Colegiales e Palermo Expostas ao ar livre mas também em espaços culturais, a galeria Hollywood in Cambodia e também através de roteiros turísticos como os de a organização graffittimundo oferecem diferentes opções de arte de rua.
A pé ou de bicicleta, o visitante poderá dar uma olhada as intervenções urbanas de artistas como Pum Pum , DOMA , Jaz , Nerf e SAM em praças como  Plazoleta Matienzo y Conesa , Plaza Zinny (ruas Gascón & Gorriti) ou no mural de Alfredo Segatori  nas ruas Libertador y Bullrich.

bicisenda_1

Se perder de bicicleta pela cidade
De acordo com o governo da cidade, a rede de ciclovias tem mais de 100 quilômetros, chamadas em Buenos Aires de “bicisendas”. Si você e um desses caras que tem receio de sair por aí pedalando por conta própria, então dá para pegar uma bicicleta amarelinha da prefeitura por pouca grana ou pagar o serviço privado de aluguel, como o da Bicicleta Naranja, para percorrer esta movimentada e plana cidade andando.
Confira um mapa das ciclovias aqui e baixe um aplicativo para smartphone que rastreia seu local, te fala a próxima estação, o caminho até lá e o tráfego em tempo real.
Dica: existem vários lugares especiais onde pedalar, mas a Massa Critica e os passeios pelo rio na Reserva Ecológica da Costanera Sur são muito recomendáveis.

camara-290

Para os vegetarianos e vegans
Los Sabios, um buffet livre ovo-lacto  de saborosa comida chinesa é um austero restaurante do bairro de Almagro que oferece vários pratos quentes, saladas e sobremesas macrobióticas, vegetarianas e veganas.
Por um precinho sempre camarada, são expedidos toda a variedade de pratos para guardar na memória. É o caso do sushi vegano, bolo de coco, todas as formas de soja imagináveis (pudins, tortas, pastéis, “empanadas”) e outras delícias caseiras.
Mas cuidado com a gula: uns coloridos cartazes ao redor do lugar alertam aos comensais de não deixar comida restante no seu prato. Caso contrário, você pagará uns pesinhos demais.
Funcionamento: De segunda-feira a sábado, ao almoço e ao jantar.
Endereço: Avenida Corrientes 3733.
Dica: Para quem depois quer fazer compras, o restaurante fica perto do imenso shopping Abasto e para quem tem presa, você pode levar a sua comida para comer “on the go”.

Comments

comments

3 Comentários

Junte-se a conversa →

  1. […] Gascón & Gorriti) ou no mural de Alfredo Segatori  nas ruas Libertador y Bullrich. Veja aqui nosso guia pra […]

  2. […] conferir mais rolês irados pelo mundo: Barcelona, São Francisco, Buenos Aires, São Paulo, Amsterdam, Las Vegas, Berlin, Chapada Diamantina […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *