Rolês fora do "circuito turístico chacota" pra se fazer em Berlin - MISTURA URBANA

Rolês fora do “circuito turístico chacota” pra se fazer em Berlin

ScreenShot002

1) Tempelhof: O Flughafen Berlin-Tempelhof era um dos aeroportos de Berlin, que foi desativado em 2008. Ele foi um dos icônicos aeroportos da Segunda Guerra Mundial, ficava na parte de dentro do muro de Berlin e era por lá que os aliados recebiam mantimentos e entravam e saíam da Alemanha oriental. Hoje, o Tempelhof serve como local para esportes, festas open-air no verão, churrascos, hortas e o que mais der pra fazer. Seja qual for a época do ano, tem sempre gente e alguma coisa acontecendo por lá! Como chegar: pegar linha U8 do metrô até Boddinstraße (ou Leinestraße caso ela já esteja funcionando novamente) e seguir em direção ao Tempelhof. Qualquer pessoa na rua vai saber te apontar a direção.. é uma linha reta.

7142867711_acee008120_o

7706164992_0f067212dc_z

malte-jaeger-tempelhof-high-3

mobile-party

Park Tempelhof

tempelhof8

Urban Gardening Tempelhof Berlin 3 © Solveig Maria Ebbinghaus

 

2) RAW TEMPEL: O RAW-Tempel eV é uma organização aberta, sem fins lucrativos de profissionais criativos e pessoas que compartilham a mesma visão criar um espaço de uso sócio-cultural no meio de uma metrópole europeia. Traduzindo, o RAW é um coletivo de construções (umas BEM ACABADAS por sinal, com diversos estúdios, lugares para lazer, expos, esportes, eventos de cerveja, cursos e baladas, muitas baladas, num dos bairros mais legais de Berlin: Friedrichshain. Basicamente se você não souber o que fazer a noite, quase qualquer dia da semana é garantia de que tem alguma coisa rolando em algum lugar do RAW. Pros amantes do graffiti lá é também um prato cheio pra ver muita arte de muita gente foda. Ah, em uma das casinhas do RAW existe um bistrô chamado Emma Pea e é lá que você vai comer o melhor burrito do mundo! Acredite. Como chegar: pegar a linha U1 do metrô e descer em Warschauerstraße. Sai da estação pra sua direita, vire a primeira direita e chegou! Endereço: Revaler Straße 99.

7244619246_66987f2ab5_z

 

RAW-tempel-berlin-streetart06

 

RAW_Berlin_Tor1

Street_Art_Berlin_Roa_Bird_RAW-700x466

4498991443_810cb51f37_z

flohmaerkte-allgemein-66__583l

 

3) Curtir a vista dos diversos mirantes espalhados pela cidade: Berlin reside em uma planície o que torna a vista dos diversos mirantes espalhados pela cidade completamente espetaculares. Se você gosta de ter um panorama geral de onde está, desencana de subir na famosa Torre de Televisão (até por que tem fila pra caramba sempre) e vá conferir o visual incrível de Berlin de um mirante. Pode ser o do parque Humboldthain, o Panoramapunkt, o Viktoriapark e mais vários que valem super a pena.

kreuzberg

4) Lagos, lagos,  muitos lagos! (mas essa dica só vale pro verão): Berlin é água pra todo lado. Rios, canais e lagos. No verão não tem absolutamente nada melhor  do que passar um dia morgando no sol, com um puta visual de filme europeu. Para as pessoas mais recatadas e que se chocam facilmente um aviso de antemão: cheque se o lago que você pretende ir é FKK (Freikörperkultur que significa basicamente que vai ter uma galera peladona por lá). Tem muito lago que você consegue chegar de metrô, então não tem desculpa pra não ir. Os mais facinhos de ir são o Schlachtensee e o Krumme Lanke, mas eu recomendo pesquisar mais, pois é um mais lindo que o outro! Se o dia estiver bom, chega cedo por que você não vai ser o único que vai ter essa brilhante ideia!

schlachtensee_039

schlachtensee

krumme-lanke-berlin

Badespass

 

 

5) Parques, parques, muitos parques! (de todos os tamanhos e em zilhares de lugares): Pra quem mora nas selvas de concreto, Berlin é o paraíso verde. A cidade tem mais de 2500 parques e jardins pra todos os gostos e programas. Não vale nem colocar uma lista dos melhores aqui por que eu só conheci uns 15… então siga o conselho do próximo tópico dessa lista e divirta-se!

Berlin-kreuzberg_goerlitzer-park_20050923_527

viktoriapark

Tiergarten Park Berlin

park_1_012

6149360587_5cc4b2d2af_z

header_Berlin_grillen-im-Tiergarten-c_Pierre-Adenis

 

 

6)  Se perder de bicicleta pela cidade: essa dica vai para qualquer estação do ano praticamente e vale para QUALQUER pessoa, até as que estão fora de forma. Berlin é quase 100% plana então você quase nunca vai fazer um esforço de perder o fôlego, o que torna a bicicleta o meio de transporte preferido de muitos moradores e visitantes dessa cidade. E qual a melhor forma de conhecer um local do que se perder nele? Se você quiser dar aquela desculpa de “ah, mas não dá, não falo alemão e nem inglês, depois como faço pra me achar?” eu te digo: tem metrô, trem e ônibus pela cidade IN-TEI-RA. Se você achou que foi longe demais pra descobrir como voltar ao seu lugar de partida, relaxa.. encontre o meio de transporte público mais próximo de você e, com o mapinha das estações na mão, volte pra casa com sua bike dentro do vagão! ;) Pros que tiverem smartphone recomendo baixarem o app Fahrinfo Mobile Berlin, que rastreia seu local, te fala qual estação está mais próxima e te dá o caminho até o lugar que você quer. Existem varios lugares que alugam bicicleta então manda ver num google e ache o lugar mais próximo! :)

berlin-bike-tour-oases-museums-island

 

7) Ver o nascer do Sol no Teufelsfenn: a tradução de Teufelsfenn é Montanha do Diabo. Mas não se assuste ok? Ele é uma montanha de 80 metros na Grunewald de Berlin que é 100% artificial. História curiosa é que ela foi criada após a Segunda Guerra Mundial a partir dos escombros de Berlim, com cerca de 75 milhões de m3 de diversas partes da cidade. Mas não é isso que faz do Teufelsfenn um lugar especial, afinal existem algumas montanhas/morros artificiais na Alemanha. SÓ QUE  essa em específico foi construída em cima da faculdade técnica-militar nazista que nunca ficou pronta.  Como chegar: pega o S-bahn até Grunewald e caminhe 20 min a pé. Apenas um detalhe: para ver o nascer do sol você vai ter que encontrar algum lugar para atravessar a cerca pois de manhã o local não está oficialmente aberto. =P

2007-09-16-CIMG0125-klein

2012-06-29-Posfenn-Teufelsfenn-DSC-097-klein

 

8) Aproveitar o dia nos rios e canais de Berlin: não existe coisa mais euopéia do que passar algumas horas deitado na grama na beira do canal, seja lendo um livro, dormindo ou almoçando. E a galera aqui de Berlin faz MUITO isso. Estando aqui, vai ser difícil você não encontrar um então pegue seu cobertor ou canga e lagarteie no sol no melhor estilo! :) Se você tiver algum amigo que mora aqui, pergunte se conhece alguem que pode emprestar uma canoa ou um barco inflável e dê um role no canal. Você não vai ser o único, acredite!

1475502884

Boote-auf-Spree-Stralauer-Halbinsel-Berlin-Friedrichshain

ScreenShot001

9) O labirinto do Zur wilden Renate: já foi num labirinto? Não, eu não estou falando de um labirinto horizontal com paredes de plantas tipo aqueles de palácios ou do filme O Iluminado. Eu to falando de um labirinto impossível. Provavelmente não, né? Dentro de um bar em Berlin, o glorioso Zur Wilden Renate, encontra-se um labirinto insano. Mas insano MESMO. Chegue cedo (tipo 6 ou 7 da noite) pague 10 euros e espere te chamarem. Você entra vendado, te colocam num cubículo, você insere a ficha e as portas para um mundo completamente alucinógeno se abrem pra você. São buracos, escadas, degraus pra pra frente, pra trás, pro lado, pra cima, pra baixo. Um verdadeiro ninho de rato. Ou você encontra a saída em 3 minutos, ou em 3 horas.  Conferi há pouco tempo esse rolê e por sorte encontrei a saída em 3 minutos. Resolvi então ignorar a saída e me deixar perder no lugar.. Digamos que uma hora eu pensei comigo mesma, POR QUE EU NÃO SAÍ QUANDO TIVE CHANCE? O criador do labirinto conversou comigo assim que eu saí e me contou que demorou 9 meses pra criar aquela obra de arte. ABSOLUTAMENTE MARAVILHOSO! Não esqueça de colocar esse rolê na sua lista quando estiver na cidade, afinal uma coisa é certa: IN RENATE WE TRUST. http://www.renate.cc  – Como chegar: link

IMG_1512

 

Pra finalizar, um tempo atrás fiz um post sobre o giga-monster Karaokê de Berlin que acontece no Mauerpark (AQUI), mas ele não rola no inverno. Se vier pra cá no verão, não deixe de conferir!

 

Comments

comments

Lila Varo

Lila Varo

Veja todos os posts

Lila Varo, é produtora de conteúdo, editora do Mistura Urbana e mais um continente a sua escolha. lila[@]misturaurbana.com

2 Comentários

Junte-se a conversa →

  1. […] Leia depois nossos posts de Amsterdam e Berlin. […]

  2. […] atrás comentei em um post sobre Berlin (veja aqui) sobre um labirinto completamente insano que tive o prazer de conhecer, que ficava dentro de um bar […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *