Yayoi Kusama: Obsessão Infinita no CCBB RJ - MISTURA URBANA

Yayoi Kusama: Obsessão Infinita no CCBB RJ

Yayoi-Kusama-Abre

Está em cartaz no Rio de Janeiro, a exposição “Infinite Obsession” – Obsessão Infinita da artista japonesa Yayoi Kusama. A mostra é uma retrospectiva do seu trabalho, e está em cartaz no CCBB e chega à Brasília e também em São Paulo no ano que vem. Com 84 anos, a criativa artista é obcecada por bolinhas e vive por que quer em uma clínica psiquiátrica em Tóquio desde 1977, e é de lá que produz suas obras.

Quando sua obsessão, que começou como uma doença, antes mesmo de se transformar em arte, Yayoi tinha apenas 10 anos de idade. Todo esse conflito interno e intenso lhe rendeu várias exposições, colaborações e prêmios internacionais ao longo de sua carreira. A artista ficou conhecida por suas performances e happenings, como festivais de body painting, desfiles de moda e demonstrações anti-guerra, transformando espaços públicos em uma tela em branco. Em 1966 levou à Bienal de Veneza uma das suas performances mais famosas – Narcisus Garden – composta por uma piscina de bolas espelhadas onde a artista mergulha. A obra foi reproduzida no Instituto de Arte Contemporânea de Inhotim, em Minas Gerais.

Esta exposição que percorrerá a América Latina é composta por uma centena de obras, cobrindo o período de 1949 a 2012, e foi inaugurada no museu Malba, em Buenos Aires, em junho deste ano.

Serviço

Yayoi Kusama “Infinite Obsession”

12.10.2013 a 26.01.2014: Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro

17.02.2014 a 27.04.2014: Centro Cultutal Banco do Brasil, Brasília

21.05.2014 a 27.07.2014: Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

Yayoi-Kusama-em-Inhotim

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *