"O pouco que sobra é o tanto que há" - MISTURA URBANA

“O pouco que sobra é o tanto que há”

01

O projeto fotográfico “O pouco que sobra é o tanto que há” de Ricardo Baptista consiste nos registros de imagens em locais abandonados dentro do espaço urbano e dos “momentos de silêncio e desaceleração” que essas fotos sugerem ao mostrar um novo ponto de vista da cidade e a partir daí, criar um mundo novo baseado em uma nova visão.

Revelando uma parte da metrópole que esta escondia nela mesma, memórias afetivas são externalizadas e surge um espaço para reflexão que não existe normalmente na efervescência da cidade. A intenção não é adotar um tom crítico em relação ao abandono e a situação de conservação em que os locais se encontram, mas aceitar esse momento como parte de um processo que ocorre em muitos aspectos da vida, criando histórias não através do que foi mas do que restou.

A ausência de fotos de fachada é proposital para se perder a referência geográfica dos locais e criar uma espécie de labirinto onde os lugares possam se tornar familiares ou remeterem a algum outro lugar onde histórias reais possam ser lembradas, e outras que não existiram passem a existir.

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *