A História em Quadrinhos de Psiquiatra do Dr. Rorschach - MISTURA URBANA

A História em Quadrinhos de Psiquiatra do Dr. Rorschach

"Eu sinto que há muitas pessoas dentro de mim."
“Eu sinto que há muitas pessoas dentro de mim.”

Numa série de ilustrações que compõem a história em quadrinhos Dr. Rorschach, objetos e animais confidenciam seus mais profundos dilemas no divã de um psiquiatra. Divertido e encantador, Dr. Rorschach é a primeira publicação em quadrinhos de sua criadora, Vaïnui de Castelbajac, e será lançado em setembro pela editora francesa Delcourt, especializada em quadrinhos.

A autora é uma ilustradora e diretora de filmes de animação, que depois de estudar design gráfico na École Intuit Lab, em Paris, trabalhou por 8 anos em agências de publicidade (CLM BBDO, Perna, Agence H, entre outras). Agora decidiu dedicar seu tempo exclusivamente à sua atividade favorita: ilustração.

 "Nós lhe demos uma educação muito religiosa, mas ele só pensa em festa."

“Nós lhe demos uma educação muito religiosa, mas ele só pensa em festa.”

 

"Pffft. De qualquer forma, nem eu acredito em mim mesmo."
“Pffft. De qualquer forma, nem eu acredito em mim mesmo.”
"Eu não sei por que, mas eu duvido que a sua fidelidade."
“Eu não sei por que, mas eu duvido que a sua fidelidade.”
"É verdade, eu gostaria que ela fosse mais receptiva ao meu toque."
“É verdade, eu gostaria que ela fosse mais receptiva ao meu toque.”
"Eu me sinto correndo atrás de fantasmas."
“Eu me sinto correndo atrás de fantasmas.”
"Viva a sua vida ao máximo, como se fosse a nona".  (Gatos franceses tem nove vidas? Confirma, produção?)
“Viva a sua vida ao máximo, como se fosse a nona”. (Gatos franceses tem nove vidas? Confirma, produção?)
"Estou com medo de desenterrar uma surpresa se eu olhar pra dentro."
“Estou com medo de desenterrar uma surpresa se eu olhar pra dentro.”
"Eu tenho medo de nunca ser capaz de juntar meus pedaços."
“Eu tenho medo de nunca ser capaz de juntar meus pedaços.”

Mais ilustrações da série podem ser vistas no site da ilustradora.

(.via)

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *