Pai fotógrafo cria série com sua filha bebê em situações impossíveis - MISTURA URBANA

Pai fotógrafo cria série com sua filha bebê em situações impossíveis

Digamos que essa nova geração de filhotes anda tendo muita sorte. Não é raro eu me deparar com séries de fotos ou ilustrações que pais e mães fazem para seus filhos, abusando da criatividade.

Com certeza quando essa galera crescer, vai ter muita história para contar e foto pra mostrar pra divertir qualquer um. Já fiz post sobre a mãe que todo dia faz desenhos no guardanapo do lanche dos filhos (aqui), já falei do pai que todo dia desenha no saquinho do sanduíche dos filhos (aqui), fotos do pai retratando a filha como personagens de obras de arte famosas (aqui), mãe que fotografa a filha como grandes mulheres da história (aqui), e outras séries INSANAS como essa do Jason Lee AQUI e essa do Dave Engledow AQUI.

E se eu procurar no arquivo do Mistura Urbana acho mais uma penca de dar inveja em qualquer pessoa que teve uma infância normal como a minha.

Mas agora vou falar um pouco do fotógrado Emil Nystrom que apesar de estar trabalhando “na área” há apenas um ano, já soltou uma série divertidíssima estrelando sua filhota em situações completamente impossíveis e engraçadas.

Quero abraçar meu computador. Sério.

Comments

comments

Lila Varo

Lila Varo

Veja todos os posts

Lila Varo, é produtora de conteúdo, editora do Mistura Urbana e mais um continente a sua escolha. lila[@]misturaurbana.com

4 Comentários

Junte-se a conversa →

  1. […] ver a galera criativa tendo filhos. Senão como teríamos séries fotográficas insanas como essa AQUI ou essa AQUI ou então essa AQUI ou essa DAQUI […]

  2. […] ver mais posts de pais super ultra criativos que amamos, clique aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e […]

  3. […] ver mais posts de pais super ultra criativos que amamos, clique aqui, aqui, aqui, aqui, aqui,aqui e aqui (tem mais mas haaaaja link […]

  4. […] Prova disso são os “poucos” posts que já fizemos sobre eles, que você pode rever  aqui, aqui, aqui, aqui, aqui,aqui e aqui e por aí […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *