Uh, Apollonia Saintclair! - MISTURA URBANA

Uh, Apollonia Saintclair!

Antes de desenhar eu não existia. A tinta é o meu sangue e a ilustração é minha Área 52 – um lugar fora do mapa onde eu posso criar o que minha mente imaginar.

E é melhor ainda quando o imaginário trata-se do erótico com riscos polidos e lascivos de arrancar suspiros ou gemidos ou um ssssssss.

Com traços que dialogam com a tradição de gravuras e litografia, Apollonia Saintclair é uma desenhista autodidata. Sem estudar ou frequentar escolas de arte, a artista começou a desenhar sério em 2012 e hoje, um ano depois, pode ser citada como uma das melhores ilustradoras de arte erótica.

Amamentada por Moebius e Milo Manara e alimentada por Enki Bilial, Alex Varenne, François Schiten e Tanino Liberatore,  Apollonia afirma que seu trabalho é o produto da colisão entre o trash e o sagrado. A cultura pop e a alta cultura.

Pertenço a uma geração que está crescendo descontraidamente e totalmente liberta das antigas fronteiras de cultura.

Com a identidade privada, A. Saintclair gosta de lembrar da citação de Guillaume Apollinaire, o poeta pai da palavra surrealismo acusado de roubar a Monalisa, no Louvre, em setembro de 1911 – “Os artistas são homens que querem se transformar em inumanos.

Foda!

Comments

comments

1 Comentários

Junte-se a conversa →

  1. […] Apollonia Saintclair pode ser citada como uma das melhores ilustradoras de arte erótica. Veja AQUI toda safadeza. (post mais ou menos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *