As fotografias surrealistas de Brooke Shaden - MISTURA URBANA

As fotografias surrealistas de Brooke Shaden


As obras de Brooke Shaden são repletas de detalhes , as fotografias mais parecem pinturas.

São compostas pela suavidade do Impressionismo e uso frequente do movimento em roupas , cabelos e do próprio corpo.  A característica mais presente nas fotografias vem do Surrealismo. A artista introduz objetos exóticos em seu trabalho, produz assim , cenários imaginários, o que materializa seu desejo de criar histórias através das imagens.

Brooke começou a fotografar no final de 2008, desde então não parou mais “Eu tento fotografar todos os dias ou pelo menos algumas vezes por semana. Não importa o que , a única coisa que me mantém  viva é a criação de novos mundos através das fotografias e por isso estou constantemente a criar, editar e publicá-las para o mundo online” , diz a fotográfa em seu blog.

A artista faz uso do Photoshop, ela é autoditada no programa, sua dica é para que o profissional tenha sempre objetivos traçados. Ainda ressalta a importância da imaginação em uma entrevista para o site do programa Photoshop “Acho que as pessoas muitas vezes esquecem que a imaginação é uma ferramenta como uma câmera ou o Photoshop. Ele me permite explorar”

Ela chega a gastar cerca de 10 horas trabalhando em uma única imagem. Segundo Brooke, seus intrumentos e ferramentas do programa são utilizados como se fossem pincéis, desta forma , cria camadas em que aprimora o efeito pintura. Seu item favorito do programa é o que produz curvas, seguido da mudança de cores, brilho e contraste.

Ela vive em Los Angeles onde promove workshops e exposições de seus trabalhos. Para Brooke um fotográfo precisa ter identidade para que o público perceba quem esta por trás de cada imagem, e assim tenha acesso a algo singular.

Suas obras já foram expostas em diversos países,  fotografou para revistas como a Vogue Itália,  estudou Cinema e Inglês na Universidade de Temple onde descobriu o amor por cinema e pela fotografia. Aos 24 anos, ela foi a artista mais jovem da “Digital Darkroom”,  exposição no Espaço Annenberg de Fotografia, onde suas imagens foram comparadas a pequenos filmes.

Brooke Shaden tem grandes fãs de seu trabalho e declara a importância das mídias sociais  nesta aproximação com o público “Conexão com ninguém e todo mundo é importante para mim, se eles são ‘fãs’ ou não. Se eu puder fazer alguma coisa com a voz que me foi dada, quero promover a criatividade e felicidade”

Kitchen Sprite - Brooke Shaden
The Hunt - Brooke Shaden
Bathe - Brooke Shaden
Bathe - Brooke Shaden
Ballet: Vacate
Fetus - Brooke Shaden
Gestation - Brooke Shaden
Spill - Brooke Shaden
Internal - Brooke Shaden
In formation - Brooke Shaden
The one and the other one - Brooke Shaden
The opening and closing of canals - Brooke Shaden
Depth perception - Brooke Shaden
On the path - Brooke Shaden
A winter wind - Brooke Shaden
Building humans - Brooke Shaden
A blending of structure - Brooke Shaden
A caricature of drowning - Brooke Shaden
The quiet death - Brooke Shaden
What moves us - Brooke Shaden
The tide that takes us - Brooke Shaden
A new land - Brooke Shaden
Traveling north - Brooke Shaden
On broken land the wounded walk - Brooke Shaden
For frozen souls - Brooke Shaden
The facade of wilting flowers - Brooke Shaden

Aprecie o trabalho de Brooke Shaden , acesse :

brookeshaden.com/
shadenproductions.com/blog/
www.flickr.com/photos/brookeshaden –
pt-br.facebook.com/brookeshadenphotography
www.youtube.com/user/brookeshaden
500px.com/brookeshaden
https://twitter.com/brookeshaden

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *