Transformando pessoas em pinturas - MISTURA URBANA

Transformando pessoas em pinturas

Considere esta forma exclusiva de arte como uma interseção entre retrato, pintura, fotografia e instalação. Em um primeiro momento, você tem a impressão de que as ‘pinturas’ foram feitas em uma tela, mas foram, na verdade, feitas em pessoas reais. Quando os modelos são fotografados eles se mesclam com o plano de fundo e a sensação é de ver um quadro expressionista.

A artista Alexa Meade é a mente brilhante por trás desta fascinante ideia de misturar pessoas com arte, fazendo-as com que se tornem parte de uma pintura. “Trompe l’oeil” é o nome da coleção destes trabalhos onde usa tinta acrílica e leva ao extremo o lema “a arte imita a vida”, já que o faz em cima da própria vida. Como se construísse uma máscara em cima dos objetos sobre os quais trabalha, mantendo o seu âmago, sem o danificar.

Ao invés de criar pinturas representativas em uma tela, Alexa pintou diretamente na ‘superfície’ das pessoas que ela usava como referência. No final das contas, a pessoa pintada e o cenário real em 3D se misturam de tal forma que dão a ilusão de estarem oticamente comprimidos em um único plano 2D.

“Os modelos que utilizo são transformados em personificações da interpretação do artista, da sua essência. Quando vemos uma fotografia ou vemos a instalação pronta, as pessoas que estão por trás do trabalho desaparecem, eclipsadas pelas suas próprias máscaras”, diz a artista descrevendo seu trabalho.



No ano passado, a artista americana experimentou pintar modelos mergulhando-as em uma piscina de leite. Depois de se conectar com a artista Sheila Vand pela internet, Alexa decidiu usar seu jeito de pintar, porém, desta vez, dando um banho de leite nas modelos.

A colaboração entre as duas foi nomeada de “MILK: what will you make of me?” e, segundo Alexa, com esse trabalho ela queria que as pessoas desafiassem as percepções que possuem de si mesmos e sempre considerar a possibilidade de que há outro caminho a ser seguido se você for corajoso o suficiente para colorir fora das linhas.

 

Comments

comments

1 Comentários

Junte-se a conversa →

  1. […] de vermos Alexa Meade transformar pessoas em obras de arte, o artista espanhol Eugenio Recuenco agora faz o oposto e recria famosas telas do pintor cubista […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *