Michael Mapes usa fotos para formar o DNA biográfico das pessoas - MISTURA URBANA

Michael Mapes usa fotos para formar o DNA biográfico das pessoas

Quem já foi em lugares como o Zoológico e alguns institutos de biologia animal podem se familiarizar com o trabalho feito pelo fotógrafo Michal Mapes.

Nesses lugares encontramos diversos insetos e as vezes até pedaços de animais enquadrados com os nomes e descrições dos espécimes e foi isso que Mapes resolveu fazer.

Usando pedaços de fotografias das pessoas ele criou o que chama de “DNA Biográfico” delas. As fotografias não foram tiradas apenas do convencional, o rosto por exemplo, mas de tudo que poderia descrever as pessoas com precisão: cabelos, cílios, unhas, olhos e impressões digitais.

Mapes fotografou também características pessoais de cada individuo como sujeira, caligrafia, maquiagem, anéis, entre outras coisas para que cada uma de suas espécimes fosse realmente única.

O fotógrafo usou pinos, os mesmos que prendem os insetos nos quadros, para que as partes das pessoas se fixassem as caixas e quadros em que colocava os fragmentos das fotografias.

Em “Specimens” Michal Mapes mostra como cada ser humano é parecido e ao mesmo tempo muito diferente por características que as vezes não é possível enxergar.

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *