As instalações de Elise Morin - MISTURA URBANA

As instalações de Elise Morin

Como hoje é Dia das Mulheres, conheça o trabalho de Elise Morin que ultiliza objetos como CDs,  fitas adesivas, tubos de teste entre outros produtos recicláveis em suas obras.

A artista Elise Morin produz instalações minimalista, onde expressa através da acumulação de materiais idênticos, o desperdício e os danos que eles podem causar ao ecossistema.  Ela  nasceu em Paris, estudou na Villa Arson, em Nice, na École Nationale Supérieure des Arts Décoratifs em Paris e no Central Saint Martins College, em Londres. Seguido por um doutorado na Universidade Nacional de Tóquio de Belas Artes.

Elise Morin teve o auxílio de arquitetos como Clémence Eliard em suas instalações, uma delas denominada ““Waste landscape”. A instalação tem 600m ², foi feita com 60,000  CDs reciclados , ordenados e costurados à mão. O Projeto reúne  uma abordagem global, inovadora e comprometida com o processo de produção e o “ciclo de vida” dos elementos.  “Waste landscape” será exibida em diversos lugares coerentes com a proposta do projeto.

Elise tem outras obras , a Catedral de St. Elizabeth  em Košice na Eslováquia é uma delas. A instalação artística consiste em cerca de três mil rolos de fita adesiva, onde se cria uma lúminária gigante. Um item simples como os rolos de fita adesiva refletem a luz utilizando o espaço com sensibilidade. “Eu fiz várias instalações semelhantes, principalmente na França, mas eu sinto que esta na Catedral de St. Elizabeth é única”, disse a artista em uma entrevista e completou “Ligando o artístico e sagrado não tem um motivo religioso, mas a idéia de que um item de escritório pode ser transformado em um objeto, elegante e majestoso. Eu entendo o aspecto simbólico religioso como um elogio à simplicidade e fragilidade da vida cotidiana. A igreja como um espaço sagrado cria o respeito por crentes e não crentes, pessoas mudam atitudes e percepções, e, portanto, eu acredito que o meu trabalho vai contribuir para tornar este espaço enriquecedor e inspirador. O trabalho em si não é religiosa, mas  ganha importância e espiritualidade através da luz”

No site de Elise ( http://elise-morin.com/ ) você pode acompanhar e conferir outras obras.

 

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *