Complexo do Pombo Enxadrista - MISTURA URBANA

Complexo do Pombo Enxadrista

 


texto por Eduardo Salles Pimenta Filho

Você já deve ter passado por uma situação em que, segue-se um debate de ideias, dentro de uma lógica de construção de raciocínio, conforme a dialética hegeliana, em que se tem a ideia inicial, uma outra pessoa contra argumenta a ideia inicial, e tendo um consenso, uma conclusão, assim, se tem uma nova ideia que resultou da mistura entre a ideia inicial e a contra argumentação, o que ocorrer normalmente, diariamente durante um diálogo de ideias. Quando se conversa algo que envolva a opinião, segue-se esse padrão de estrutura de comunicação, que é até um padrão científico filosófico, em que o objetivo é chegar em uma conciliação de ideia e melhorar a ideia inicial.

Por esse motivo, não é inteligente no sentido de contribuição filosófica, a postura de “é minha opinião e ponto.”, pois não contribuiu com o debate e não acrescentou de forma organizada cientificamente (todas as pessoas que respeitam esse padrão de diálogo baseado em argumentos lógicos, segue o padrão científico filosófico de construção de ideias por meio de diálogo), sua concepção, seu ponto de vista, resultando em um conhecimento vulgar (tecnicamente é um conhecimento sem base lógica, racional, técnico-científico, baseado no achismo infundado e radical), desgastando qualquer roda de debates.

 O Complexo do Pombo Enxadrista consiste no conhecimento vulgar culminado com um egocentrismo, com a vaidade do ignorante, em um debate em que pessoas seguem a lógica de estrutura de um debate, que é a fundamentação racional e lógica para convencer as outras pessoas de suas concepções. O Pombo Enxadrista ele não se importa com as argumentações expostas pelas pessoas que participam do respectivo debate, e expõe de forma debochada e infantil sua opinião sem fundamento lógico, em seguida encerra sua exposição com ego inflado se retirando do debate, não permitindo outras pessoas contra argumentarem como consequência da forma vulgar que expôs e de sua postura.

Essa é a razão da expressão, porque o pombo anda com o peito estufado simbolizando o ego, a vaidade; enxadrista porque está “se propondo” a um embate estratégico inteligente, sendo que não o faz, “ele defeca no tabuleiro, derruba as peças e sai voando cantando vitória”, expondo uma infantilidade, falta de maturidade de um indivíduo em um debate. Certamente você já se deparou com um pombo enxadrista por aí.

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *