A arte visionária de Android Jones - MISTURA URBANA

A arte visionária de Android Jones

O artista americano Andrew Jones aka Android Jones está na vanguarda do movimento de arte visionária, uma onda de artistas que enfatizam a criatividade como a base da consciência e um agente de mudança social. Como um alquimista digital, Android constrói sobre os desenvolvimentos técnicos dos séculos passados ??da história da arte, enquanto empurra os limites da imaginação com novas tecnologias e formas de mídia. Indo além das tecnologias tradicionais de lápis, tinta e pincéis, Android desenvolve possibilidades latentes dentro de programas como Painter, Photoshop, ZBrush, e Alquimia, descobrindo assim novas combinações e usos de ferramentas que ultrapassam as intenções originais de seus programadores.

Como um designer de experiência, o artista tem contribuído para filmes, jogos, e para a construção de comunidades virtuais, como: www.conceptart.org e www.dreamcatcher.net, além disso, suas instalações interativas têm encantado milhares de participantes em eventos multiculturais como o Boom Festival em Portugal, e Burning Man nos Estados Unidos.

Vendo o domínio digital como um meio de energia e luz capaz de se expandir a natureza da realidade, a arte de Android incentiva os outros a explorar as interfaces potenciais da mente e máquina, neste tempo de mudança acelerada. Para este fim, sua arte serve duas funções relacionadas: testemunha a realidades acessíveis através de estados de consciência, e isso também gera conscientização através dos processos de criação e interação com o público. A arte digital torna-se uma ferramenta para navegar realidade e a consciência humana.

Irado! Para conhecer mais sobre o artista aqui.

Comments

comments

Natt Naville

Natt Naville

Veja todos os posts

Natt Naville é jornalista e gosta de tudo que envolve o universo da comunicação. Entre palavras e histórias: Música. Música para tocar, para ouvir e dançar. Editora do Mistura Urbana, gosta de criar, recriar e se reinventar. Vive no paraíso azul da Grécia.

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *