Na Gringa Calçadas e Orelhões Funcionam como Hotspots - MISTURA URBANA

Na Gringa Calçadas e Orelhões Funcionam como Hotspots

Algumas iniciativas estão sendo testadas para transformar as grandes metrópoles em cidades mais interativas. Em Nova York, por exemplo, as cabines telefônicas estavam em completo desuso e agora servem como pontos de hotspots em bairros como Queens, Brooklyn e Manhattan. Ao todo são 10 cabines fornecendo sinais de Wi-Fi gratuitamente num alcance de cerca de 90 metros e para utilizar basta o usuário concordar com os termos de utilização.

O projeto é uma iniciativa da empresa Van Wagner Communications (e também dona das cabines) e segundo o GigaOM o plano é que futuramente o serviço seja bancado com publicidade.

Veja informações sobre pontos de acesso

Outra iniciativa pra lá de muito loca foi testada em dezembro de 2011 nas calçadas (isso mesmo, calçadas!) da Praças Maior de Cáceres e na Porta do Sol em Madri, Espanha. A tecnologia consiste num pavimento inteligente que fornece além de Wi-Fi,  aplicativos que entre outras coisas informam sobre o clima, guia turistico, condições do tráfego, alertas de segurança, eventos e  cupons de descontos. O projeto é da iPavement e os planos é que em 2013 esteja implantado em varias cidades da Espanha.

Siga o iPavement no Twitter e Facebook

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *