Um pouco da mente de Lourenço Mutarelli - MISTURA URBANA

Um pouco da mente de Lourenço Mutarelli

Ilustrador, escritor, ator.  O tímido Lourenço Mutarelli se revela por meio de suas criações, seja no palco, nas telas ou nas páginas dos livros.

Magnetizado pelo cinema alemão, contaminado pela literatura de Kafka e Dostoievski e embriagado pela música de Carlos Gardel, Lourenço Mutarelli gerou um grande número de heróis atípicos das histórias em quadrinhos. Personagens que parecem viver em uma dimensão muito próxima à nossa, envolvidos pela depressão urbana quando são capturados para viverem momentos cruciais (e muitas vezes terminais) de suas vidas.

O artista, que viveu sérias crises de síndrome do pânico, usa suas histórias em quadrinhos como a melhor forma de comunicação que encontrou com o mundo externo. Foi desenhando que descobriu que as outras pessoas podiam entender o que sentia e como via a vida ao seu redor.

De uma certa forma, Lourenço Mutarelli personifica, em seus heróis, retratos da sociedade contemporânea: o trágico e burlesco, movido a decepções, fracassos e muita insegurança de um mundo ficcional (ficcional?) totalmente desprovido de elementos éticos e morais. Cada leitura possibilita o descobrimento de novas particularidades dos heróis.

Lourenço é também autor de O CHEIRO DO RALO, livro que deu origem ao filme de mesmo nome, estrelado pelo ator Selton Mello.

Abaixo, você confere um papo com ele sobre literatura, cinema e quadrinhos.

Valeu Ian… demorei mas postei :)

Comments

comments

Lila Varo

Lila Varo

Veja todos os posts

Lila Varo, é produtora de conteúdo, editora do Mistura Urbana e mais um continente a sua escolha. lila[@]misturaurbana.com

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *