Amy Hildebrand - A sensibilidade através da luz - MISTURA URBANA

Amy Hildebrand – A sensibilidade através da luz

Nascida em Ohio, parcialmente cega em decorrência do albinismo, Amy Hildebrand é capaz de enxergar apenas algumas cores e formas. Com uma trajetória de vida repleta de exemplos de superação, ela estudou fotografia e seu trabalho tem sido alvo de grande evidência desde que o projeto With Little Sound se tornou um dos diários fotográficos virtuais mais acompanhados. Trata-se de um blog onde ela se propõe a registrar diariamente uma experiência fotográfica durante o período de 1000 dias.

Eis o blog:

http://lounge.obviousmag.org/imaginariun/2012/04/with-little-sound-1000-revelacoes.html

Próxima de atingir seu objetivo, Amy apreseta uma série de imagens que transmitem enorme sensibilidade e belíssimas composições. “É como um sonho com alguns traços de realidade, mas visto por um certo tipo de lente” diz ela. Explica ainda que o propósito do título With Little Sound é a ideia de produzir um trabalho que dispense o excesso de palavras e fale por si.

Histórias como a de Amy têm se tornado cada vez mais frequentes a exemplo da canadense Tara Miller que, com apenas 10% da visão registrou a aproximação de uma tempestade sobre uma plantação de girassol ao entardecer, o que lhe rendeu a vitória em concurso promovido pelo Canadian National Institute. Desta forma, diversos programas estão sendo desenvolvidos a fim de focar nestas pessoas que, pode-se dizer, possuem um nível de visão especial. O próprio Mixirica Fotodesign já abordou essa questão, mas é sempre motivador reforçar essa ideia através dos devidos resultados. Nas palavras de Amy Hildebrand: “Eu sou uma pessoa com albinismo, mas eu também sou uma fotógrafa, esposa, mãe e artista. O albinismo é apenas um aspecto em mim e não é ele que me define”

 

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *