Um pouco mais de Botanica e entrevista com Constanza Gruber - MOMIX - MISTURA URBANA

Um pouco mais de Botanica e entrevista com Constanza Gruber – MOMIX

Foi uma tarde produtiva posso dizer. Nesta última sexta-feira dia 30/09/11 tive a satisfação de conhecer a produtora executiva do grupo de dança contemporânea MOMIX e uma das responsáveis pelo sucesso do Botânica, um dos espetáculos da companhia. Costanza Gruber é uma italiana super carismática, ex-bailarina, que trabalha há 2 anos na companhia e que conversou comigo em um perfeito ”português de Portugal”.
Conversamos sobre as referências artísticas, turnês nos cinco continentes, meio ambiente e detalhes técnicos e o que era para ser uma entrevista acabou virando um ótimo
bate-papo. Confira essa session!

MU – Quanto tempo o espetáculo Botânica levou para entrar em cartaz? E onde foi a estréia?
Costanza: Entre a idéia e pesquisa até os ensaios do Botânica o diretor artístico do MOMIX, Moses Pendetoln, levou uma média de 10 meses até a primeira pré-estreia, que foi em fevereiro de 2009 na cidade de Bolonha, Italia.

MU – Quais os principais países que o Botanica esteve em cartaz?
C – Depois da turnê de estréia pela europa, fomos para Israel, Egito, Japão e Brasil!

MU – O espetáculo, feito um ser vivo, vai se moldando a cultura de cada país, qual apresentação foi mais emocionante para você?
C – Teatro a céu aberto em Domini na Sicília, Itália. E um teatro romano que fica frente ao mar, visto pela forma como todos os elementos internos e externos se integram harmoniosamente com a proposta do espetáculo.

MU – Para o próximo espetáculo você já sabe o que está por vir?
C – Não temos muito acesso ao processo criativo de Moses, mas já posso adiantar que será algo orgânico ligado a transformações e o tempo.

A conversa então evoluiu e sem planejarmos já estávamos conversando sobre a vida noturna da cidade e seus possíveis roteiros. Depois de todo o diálogo meus sentidos estavam ainda mais curiosos, eu queria ver de perto esse espetáculo acontecer e, ao cair da tarde, recebi a gentil confirmação de Luciana Medeiros assessora de impressa do teatro Alpha, dizendo que as entradas para noite de estréia estavam separadas!

Um sorriso de orelha a orelha tomou meu rosto e às nove e meia da noite estava no teatro para comecar ser hipinotizada por uma hora e meia. E de fato não foi menos que uma hipnoze. Com a casa lotada o espetáculo Botanica superou minhas espectativas nas esferas artísticas, e técnicas. Supreendente e profundo a companhia de bailarinos extremamente expressionistas e leves que captaram meus sete sentidos e os de toda platéia. No final os espectadores de pé se olhavam ao aplaudir, como se acabados
de sair de uma experiência psicodélica.
Lembrando que o Botanica fica em cartaz no teatro Alpha até o dia 10 de outubro.

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *