Marcha da Liberdade em São Paulo - MISTURA URBANA

Marcha da Liberdade em São Paulo

Em um clima pacífico aconteceu na tarde de hoje a Marcha da Liberdade na Aveninda Paulista.
Com um público não muito grande manifestantes percorreram o trecho do vão do MASP até a Consolação e marcharam pela Paulista.
Musiquinhas e frases rimadas junto com batuques e outros instrumentos foram a trilha sonora que se concentrou em manifestar indignação contra homofobia, misoginia, assassinato de líderes florestais e uma espécie de orgulho de usar maconha.

O que chamou muito minha atenção  foi a convivência de bandeiras partidárias – PSTU, com as dos movimentos sociais e de pessoas com questões mais individuais que não se engajam em entidades.

Um dos temas importantes abordados pela marcha foi o desejo de um basta em relação à violência policial em manifestações pelo uso de armas menos letais.

Esta ideia tem apoio do Grupo Tortura Nunca Mais, da Associação dos Juízes para a Democracia, Comissão Justiça e Paz e da Marcha da Liberdade. Dá uma olhada no tipo de arma dos policiais que escoltaram a marcha:

A quantidade de policiais também chamou atenção. Mas diferentemente do que aconteceu na Marcha da Maconha, hoje eles apenas acompanharam a marcha (pelo menos até às 17h).

Mesmo com o número reduzido de participantes este tipo de evento é bastante simbólico. Se moramos em uma cidade com mais de 10 milhões de pessoas e apenas 5 mil marcham podemos pensar que poucos se importam, certo? Mas ver a marcha faz pensar que há quem se importe, que há um movimento que se coloca contro tudo aquilo que nos indigina.

Olhando para as fotos que eu fiz fiquei me perguntando que papel cada um de nós escolhe desempenhar. Será que somos as pessoas que ficaram na janela vendo a marcha? Será que somos aqueles que marcham? Será que somos aqueles que nem sabem que a marcha existe? Será que somos aqueles que registram?

Aqui tem mais fotos.

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *