As fotos da Parada Gay que os jornais não mostraram - MISTURA URBANA

As fotos da Parada Gay que os jornais não mostraram

Aconteceu na tarde de hoje na Av. Paulista e na Consolação a Parada do Orgulho GLBT (gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros) 2011. Milhares de pessoas seguiram ao som de variações do famoso tuturutututurututu. As duas avenidas estavam completamente lotadas.

Teve ex-BBB, teve muito vinho barato, teve muita cerveja, muita latinha no chão, muito bate-cabelo, muita ferveção, um pouco de falas sobre paz, muito bofe sarado dançando em trio elétrico, uns bons drinks e até beijo hetero. Os personagens excêntricos, como sempre, fizeram a alegria dos fotógrafos.

Quase não houve tumulto. Apesar dos mais de mil policiais escalados para atuar no evento, alguns furtos foram registrados. Outros, ocorreram, como meu guarda-chuva e o celular de uma amiga, mas não foram registrados. Afinal para que registrar? Segundo um policial quem registra não vai reaver seu bem, vai apenas contar na estatística. Enfim…

A chuva diluiu um pouco o impacto do evento. Já no início da tarde as ruas estavam cheias de garrafas vazias. Os vendedores de cerveja e vinho fizeram a festa.

Aliás, festa, é o que parece o evento. Há quem afirme que um grande protesto contra a homofobia deveria ser uma marcha silenciosa com ar de luto pelos assassinatos e violências sofridas por gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros. Há quem afirme que é preciso de festa para celebrar o orgulho. De qualquer forma, a parada existe e se firma no nosso calendário. E, ver tanta gente manifestando o prazer de ser o que é em uma rua conhecida por ser cenário de homofobia é um privilégio.

Abaixo as fotos que nenhum jornal publicou e as imagens que você não verá na TV.

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *