4º Los Angeles Brazilian Film Festival - MISTURA URBANA

4º Los Angeles Brazilian Film Festival

O Los Angeles Brazilian Film Festival atrai anualmente no The Landmark Theatre  localizado em Los Angeles, a capital mundial do cinema, milhares de pessoas interessadas em conhecer mais o cinema brasileiro. A 4º edição do Festival acontece de 27 a 30 de abril com o tema  “Abraçando o Futuro do Cinema Brasileiro” (“Embracing the Future of Brazilian Cinema”).  A noite de abertura terá a estréia mundial do filme “Teus Olhos Meus”, dirigido por Caio Sóh, e o curta-metragem “O Gigante do Papelão”, de Bárbara Tavares.  A programação contará com exibições longas e curtas-metragem, festas e encontros de profissionais da indústria através dos painéis de discussão e  workshops dedicados ao incentivo de negócios ao cinema brasileiro

confira a programação completa do  LABRFF 2011:

Categorias de premiação

Melhor Filme – Longa-Metragem
Melhor Direção
Melhor Fotografia
Melhor Roteiro
Melhor Ator
Melhor Ator Coadjuvante
Melhor Atriz
Melhor Atriz Coadjuvante
Melhor Filme – Curta-Metragem
Melhor Trilha Sonora

Longas-Metragens em competição

Teus olhos meus, de Caio Sóh – (Soulbound)

Léo e Bia, de Oswaldo Montenegro – (Leo and Bia)

Como esquecer, de Malu Martino – (So Hard to Forget)

Federal, de Erik de Castro – (Federals)

400 contra 1 – Uma História do Comando Vermelho, de Caco Souza – (400
VS 1 – An Organized Crime Story)

As mães de Chico Xavier, de Halder Gomes e Glauber Filho – (The
Medium’s Mother)

O jardim das folhas sagradas, de Pola Ribeiro – (Leaves of the Sacred
Garden)

Área q, de Gerson Sanginitto

Inversão, de Edu Felistoque – (Inversion)

Sessões Especiais

O meio do rio entre as árvores, de Jorge Bodansky – (Within the River
Among the Trees)

A sombra da linha verde, de Kaya Verruno – (Shadows of the Green Line)

Curtas-Metragens em Competição

O gigante de papelão, de Barbara Tavares – (Think BIG, Think
small-scale)

Sitiados, de Marcello Boynard – (Besieged)

Último ensejo, de Ramon Santos – (Last Chance)

O leilão, de Thiago Picchi – (The Hand)

O caso libras, de Melise Maia – (Speechless)

Viver outra vez, de Thomas Hale – (Living Again)

Pedaço de papel, de Cesar Raphael – (Piece of Paper)

O belga, de Igor Spacek e Ivan Spacek – (The Belgiam)

Sob o encanto da luz, de Dirceu Lustosa – (Under the spell of the
Light)

Vitrines, de Carlos Segundo – (Showcase)

O rio e eu, de Diego Lopes – (The River and I)

A vidente, de Darcyana Moreno Izel

Equívoco, de Alvaro Perrone

A menina da flor, de Farah Sarahyba – (The Girl With The Flower)

Homens e cavalos, de Cacá de Carvalho

Curtas-Metragens – Exibições

Synergy, de Gabriela Egito

Super morning, de Julia Camara

Live without a life, de Wagner Fulco

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *