MÔNICA NADOR - MISTURA URBANA

MÔNICA NADOR

 

Mônica Nador, transforma o Pavilhão das Culturas Brasileiras, no parque Ibirapuera, em ateliê. A artista conhecida por seu trabalho de rua e fundadora do projeto social Jardim Miriam Arte Clube (Jamac), tem como proposta aproximar os visitantes com o fazer da produção artística. As obras, de pintura em estêncil, serão aplicadas em grandes faixas de tecido de quase seis metros de altura, afixadas no teto.

Pavilhão das Culturas Brasileiras
Av. Pedro Álvares Cabral, s/n°,
Parque Ibirapuera, zona sul, São Paulo, SP.
Tel.: 0/xx/11/5083-0199.
Ter. a dom.: 9h às 17h.
Até 27/2. Livre. Grátis. Estac. (Sistema Zona Azul – Portão 3).

fonte: Guia Folha

_

Comments

comments

4 Comentários

Junte-se a conversa →

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Natt, MISTURA URBANA. MISTURA URBANA said: Mônica Nador, transforma o Pavilhão das Culturas Brasileiras, no parque Ibirapuera, em ateliê. http://t.co/fnjr1BY […]

  2. […] Situado no Parque do Ibirapuera, o prédio projetado por Oscar Niermeyer separado por janelas de vidros dos jardins cinquentenários criados pelo paisagista Burle Marx, o Pavilhão exibe três exposições: Mônica Nador no subsolo, mostra seu trabalho em estêncil no próprio local em parceria com artistas frequentadores do Jardim Miram Arte Clube – JAMAC e postado aqui! […]

  3. Visitei neste final de semana o pavilhão das culturas brasileiras no Ibirapuera, e gostei das pinturas nas faixas de tecidos, são bem interessantes. Foi legal essa idéia de trazer a arte urbana pra um espaço onde mais pessoas poderão ter acesso, principalmente porque o parque recebe um público bastante diferenciado, nós da periferia temos acesso mais fácil a esse tipo de arte que podemos ver nos muros por aí, porém sabemos que nem todos. Gostaria de saber melhor como funciona esse tipo de arte no tecido. Percebi algumas pessoas pintando usando molde vasado, é sempre assim e quanto a tinta? Gostaria de receber maiores informações. Obrigada desde já!

    Esilaine S. Silva / Responder
  4. Olá Esilaine! É sempre ótimo receber comentários de gente interessada e que aprecia a arte, preincipalmente a urbana que é nosso maior foco. Não faço parte da equipe que desenvolve os projetos no parque, somente somos a ponte para a divulgação, mas existe sim uma tinta especial para tecidos que é bem fácil de encontrar. Um grande abraço de toda equipe do Mistura Urbana e continue nos acompanhando!

    alex hoera / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *