Comentários sobre o Oscar!!! - MISTURA URBANA

Comentários sobre o Oscar!!!

Antes de tudo, quero dizer que os comentários feitos são totalmente pessoais, mas claro, que aceito a opinião de todos. Como disse em um post anterior – “O bom nesta vida são as variadas opiniões sobre o mesmo assunto, não existe uma democratização para certas coisas”.

Vamos lá então, assisti 8 dos filmes da categoria principal, melhor filme, e estou apto a falar sobre as categorias. Na maioria das vezes a categoria “Melhor Filme” está ligada as demais, exceto os documentários, curtas e outros. Por ordem dos quais eu mais gostei, são eles – Cisne Negro, 127 Horas, O Discurso do Rei, A Origem, O Vencedor, Bravura Indômita, A Rede Social e Inverso da Alma (não vi, Minhas Mães e Meu Pai e Toy Story 3).

Vou comentar certos pontos de cada filme, não vou descreve-los, apenas citar coisas que achei interessantes… Apontar pontos positivos e negativos.

Cisne Negro – Na minha visão é o melhor filme da lista, a Natalie Portman interpretou seu papel como nunca vi uma atriz fazer algo igual. Ela literalmente encarnou o Cisne Negro. Teve uma parte do filme que achei desnecessária, quando a Nina (personagem principal) vai visitar a ex-bailarina e ela se corta com uma lixa.

127 Horas – Para quem viu o Trailer  do filme com certeza nunca o veria, mas só assistindo-o mesmo para se ter a noção de quanto o filme é bem feito, o James Franco ajudou muito para construir o espírito do filme. Além de passar uma mensagem positiva a quem assistiu, veria muitas vezes.

O Discurso do Rei – Achei que o Geoffrey Rush (ator coadjuvante) foi bem mais preciso que o personagem principal, ele com certeza da um certo humor ao filme, achei o papel da Helena Bonham Carter morto. O filme tem uma fotografia bem característica.

A Origem –  Com certeza Leonardo DiCaprio não fez que o filme fosse bom, os atores “menores” (não principais) fizeram do filme uma produção excelente. As atrizes Ellen Page e Marion Cotillard derem um certo “ar de favoritismo” ao filme.

O Vencedor – A história em si é sem originalidade, alguns dizem “a história que faz um filme” sou totalmente contra, os atores deste filme foram simplesmente profissionais, conseguiram levar uma outra verdade ao filme. Eu fiquei de boca aberta com a interpretação de Melissa Leo, ela conseguiu cativar muitas pessoas.

Bravura Indômita – Um filme fraco, mas a fotografia o salvou um pouco. Não vejo razão de Hailee Steinfeld sem tão adorada pelos críticos, não consigo mesmo. Nem tenho muito o que falar, o filme é bem “sessão da tarde”

A Rede Social – Deslumbramento por ele?! Não senti. É um filme parado, com diálogos simples, que não conseguem construir o filme. Acredito que o colocaram na lista do Oscar apenas para dar uma atualidade ao prêmio, para deixar de lado a ideia que só os filmes cults ganham prêmios.

Inverno da Alma – O filme é tão morto que nem consegui assisti-lo de uma vez só. A mensagem que ele passa é até motivadora, mas o núcleo de atores é um tanto quanto, fraco!

Visão geral:

Melhor Filme

Cisne Negro
O Discurso do Rei
127 Horas

Melhor Diretor
Darren Aronofsky (Cisne Negro)
Tom Hooper (O Discurso do Rei)

Melhor Ator
Colin Firth, por O Discurso do Rei
James Franco, por 127 Horas

Melhor Atriz
Natalie Portman, por Cisne Negro

Melhor Ator Coadjuvante
Geoffrey Rush, por O Discurso do Rei

Melhor Atriz Coadjuvante
Melissa Leo, por O Vencedor

Melhor Roteiro Original
A Origem – Christopher Nolan

Melhor Roteiro Adaptado
Bravura Indômita – Ethan e Joel Coen

Melhor Filme Estrangeiro
Biutiful – México

Melhor Animação
Toy Story 3

Melhor Fotografia
Cisne Negro
O Discurso do Rei

Melhor Direção de Arte
Alice no País das Maravilhas

Melhor Trilha Sonora
A.R. Rahman – 127 Horas
Trent Reznor e Atticus Ross – A Rede Social

Melhor Documentário
Lixo Extraordinário
Melhor Canção Original
If I Rise – 127 Horas

Melhor Animação em Curta-Metragem
Dia & Noite

Melhor Maquiagem
Caminho da Liberdade

Melhor Edição de Som
A Origem

Melhor Mixagem de Som
A Origem

Melhor Efeito Visual
Alice no País das Maravilhas

Melhor Figurino
Eu sou o Amor – Antonella Cannarozzi
O Discurso do Rei – Jenny Beavan

Melhor Edição

Cisne Negro – Andrew Weisblum
A Rede Social – Angus Wall e Kirk Baxter

Comments

comments

4 Comentários

Junte-se a conversa →

  1. Baixei cisne negro e 127 horas, eu aposto em 127 horas, me parece ser bom, quando vi Trailer gostei muito.

    Com certeza ganha!

    Suli / Responder
  2. Suli, gostei muito desse muito, mas não aposto nele.

    Alberto Andrade / Responder
  3. Me desculpem, faltou muita coisa a ser falada, mas se eu falasse de tudo o post iria ficar imenso e não seria tão legal de ler!

    Alberto Andrade / Responder
  4. Eu ainda não vi, mas pelo trailer vai ganhar acho que muita gente aposta nele também ;)

    Suli / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *