Casa ao Cubo - MISTURA URBANA

Casa ao Cubo

Novo espaço cultural na Vila Mariana, a Casa ao Cubo, será inaugurada no dia 18 de fevereiro, com a exposição “Nexo” da artista plástica argentina Marina Zumi.

Zumi tem grande influência da arte urbana, a fachada da casa foi grafitada pela artista, a mostra também apresenta instalações e telas no espaço interno. Seus trabalhos remetem a temas da natureza, geralmente com sombras e silhuetas em meio à frieza do concreto. 

A ideia da Casa ao Cubo é mostrar a arte de diversas maneiras. O espaço é voltado para práticas, investigações e reflexões de caráter artístico. O projeto surgiu da vontade de construir um espaço que fosse um ponto de convergência entre as diversas áreas de atuação das artes. A casa também abre espaço para novos artistas. Com exposições individuais e coletivas.

A Casa ao Cubo possui ateliês individuais para artistas, sala de cursos, sala de exposições e um espaço de convivência que visa o processo de produção compartilhado, e discussão de processos artísticos contemporâneos.

Ao longo do ano, a Casa ao Cubo realizará  workshops e cursos ministrados por profissionais conceituados de diversas áreas da arte como dança, teatro, performance, música, desenho, pintura, além de cursos teóricos.

Sobre a artista

Marina ZUMI, 1983, Buenos Aires, Argentina. Vive e trabalha em São Paulo. Formada em Desenho Industrial e de Moda, começou a utilizar os muros da cidade como suporte para seus trabalhos. Exposições Individuais, “Leve”, Tag and Juice, 2010, São Paulo Exposições Coletivas: “Intersiendo”, Cedeca Interlagos, São Paulo, 2011, “Grito”, Coletivo 132, São Paulo, 2010, “Oh São Paulo”, Espaço Galeria, 2010.

Veja o video!

Serviço:

Exposição: “Nexo” de Marina Zumi

Local: Casa ao Cubo

Inauguração: 18 de fevereiro, 19h, exposição até 14 de abril.

Horário: segunda a sexta, das 10 às 22 horas, sábado das 11 às 19 horas.

Endereço: R. Sud Menucci, 342, V. Mariana

Tel: 5081-6256

 www.casaaocubo.blogspot.com

[email protected]

Comments

comments

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *