Felipe Yung aka Flip com seu olho mágico - MISTURA URBANA

Felipe Yung aka Flip com seu olho mágico

O texto abaixo eu traduzi do site da Juxtapoz.. não teria como escrever melhor do que isso…

Felipe Yung aka Flip elaborou uma instalação sutil, mas ao mesmo tempo significativa e complexa nesta última semana. Jogando fora as verdades e os pressupostos por trás do medo arraigado em São Paulo e no Brasil, a instalação de Flip literalmente oferece uma espiada dentro de sua própria cabeça.

Um homem simpático, jovial, e pensativo, Flip é um membro da famosa Famiglia Baglione (junto com Herbert e William Baglione, Sesper, e outros). Nós trocamos uma idéia com o Flip na semana passada em São Paulo para falar sobre seu trabalho enquanto ele preparava sua instalação para a expo Transfer.

A peça de Flip é intrigante porque vendo o processo real de criação deu a aqueles afortunados o suficiente de estarem por perto uma visão de seu trabalho que nenhum outro espectador verá.

O conceito de Flip gira em torno de medo e percepção. Os painéis interiores de suas paredes são pintadas com spray laranja, marrom, preta e padrões de camuflagem coloridas. Ele, então, “aprisionou” essas paredes dentro de uma outra na cor preta, atraindo os olhos dos espectadores para o centro da parede escura onde foi colocado um olho mágico.

“O conceito veio de ver um monte de mensagens ocultas, coisas que eu vejo, mas você não”, explica Flip. “Se olhamos juntos, eu posso explicar. Quando eu coloco um buraco na parede, você não pode compartilhar a experiência com os outros, é com você a experiência de sua própria visão e percepção.

“Em São Paulo as pessoas não saem porque estão com medo”, o artista continua. “Nem todo mundo está com medo, mas as pessoas estão sempre olhando em volta para ver o que os outros estão fazendo. Todas as portas das casas das pessoas têm uma janelinha, que chamamos de um “olho mágico”. As pessoas querem se sentir seguras e ter privacidade, então eles olham pelo olho mágico para seus vizinhos ao invés de abrir a porta.

“As pessoas podem ter medo de coisas diferentes, de roubarem suas coisas, de roubarem o seu tempo (se você tem vizinhos chatos). Cada pessoa tem uma visão diferente da mesma coisa.

“Dentro da minha camuflagem, algo que estudei durante muito tempo, há mensagens subliminares. Você vai encontrar um monte de coisas, se você olhar.

“Antes de abrir a porta, você sempre olha primeiro. Quero que as pessoas pensem sobre a sua própria visão, bem como a minha visão neste trabalho. ”

Essa favoreceu hein dico! hahahaha

Um olhar pelo olho mágico!

GALERA PRA QUEM NÃO FOI AINDA APRECIAR A EXPO..

Quando: até 12 de setembro de 2010. De terça a domingo, das 9h às 18h
Onde: Pavilhão Das Culturas Brasileiras: Parque Ibirapuera, Rua Pedro Alvares Cabral, s/nº
Entrada gratuita.

Comments

comments

Lila Varo

Lila Varo

Veja todos os posts

Lila Varo, é produtora de conteúdo, editora do Mistura Urbana e mais um continente a sua escolha. lila[@]misturaurbana.com

0 Comentários

Junte-se a conversa →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *